Exportar registro bibliográfico

Modulação autonómica cardiocirculatória em idosos frágeis em resposta a tilt test passivo (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: FORMIGHIERI, PAULO FERNANDES - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: FREQUÊNCIA CARDÍACA; PRESSÃO SANGUÍNEA; SISTEMA CARDIOVASCULAR (RESULTADOS); IDOSOS; RESISTÊNCIA VASCULAR; RESISTÊNCIA FÍSICA
  • Language: Português
  • Abstract: A síndrome da fragilidade, proposta como uma condição multissistêmica de desregulação e perda de capacidade e qualidade de resposta aos estressores, traz importante impacto negativo sobre a perspetiva do envelhecimento bem sucedido com repercussões individuais, familiares e sócio-econômicas ímpares. Sua compreensão exige aprofundamento nos conhecimentos das respostas fisiológicos do organismo envelhecido nas diversas situações de demanda. O sistema cardiocirculatório tem papel fundamental em inúmeros processos mantenedores da homeostase e funcionalidade, em especial através da modulação autonómica. O presente estudo objetivou caracterizar a resposta cardiocirculatória modulatória do sistema autonómico em idosos frágeis utilizando como desafio hemodinamico o Tilt test passivo. Foram estudados 10 idosos frágeis e 21 idosos não frágeis particpantes do estudo FIBRA comparados entre si e com um grupo de jovens controle. A resposta hemodinamica e a variabilidade de pressão sistólica e intervalo cardíaco foram avaliados através do registro eletrocardiográfico e fotopletismográfico batimento-a-batimento durante o tilt test passivo, obtendo ainda informações sobre a resposta barorreflexa. Entre idosos frágeis houve uma maior variancia dos níveis pressóricos, retardo e ineficiência do barorreflexo, gerando um aumento mais lento e prolongado da frequência cardíaca e a demanda por outros mecanismos regulatórios da pressão arterial seguidas ao tilt, sendo que a ativação deste padrão de mecanismos manteve a pressão elevada após o retorno à posição supina. Associado ao aumento do tônus simpático, a modulação autonómica após o tilt test foi perdida em análises lineares e não lineares da variabilidade, com ausência da retirada vagal e da ativação simpático. Conclue-se que a modulação autonómica é reduzida em idosos frágeis quando comparada a idosos não frágeissubmetidos ao tilt test passivo, considerando-se como potencial mecanismo o aumento crónico do tônus simpático associado à incapacidade cardíaca em responder ao estímulo regulatório
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.05.2013

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FORMIGHIERI, Paulo Fernandes; PERRIOLLI, Paulo Fernandes. Modulação autonómica cardiocirculatória em idosos frágeis em resposta a tilt test passivo. 2013.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2013.
    • APA

      Formighieri, P. F., & Perriolli, P. F. (2013). Modulação autonómica cardiocirculatória em idosos frágeis em resposta a tilt test passivo. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Formighieri PF, Perriolli PF. Modulação autonómica cardiocirculatória em idosos frágeis em resposta a tilt test passivo. 2013 ;
    • Vancouver

      Formighieri PF, Perriolli PF. Modulação autonómica cardiocirculatória em idosos frágeis em resposta a tilt test passivo. 2013 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021