Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Relationships between microbial activity and soil physical and chemical properties in native and reforested Araucaria angustifolia forests in the state of São Paulo, Brazil (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: CARDOSO, ELKE JURANDY BRAN NOGUEIRA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832013000300003
  • Subjects: MICROBIOLOGIA DO SOLO; PINHEIRO; SOLOS
  • Language: Inglês
  • Abstract: Em RF, foram encontrados maiores valores de umidade, porosidade total e qCO2, no inverno e verão, além da maior atividade da Desi no inverno. O CBM foi maior apenas na FN no verão, enquanto os teores de C, N e S da serapilheira foram maiores no inverno. No inverno, a ACC apresentou alta correlação da Desi com C-CO2, pH e H+Al, enquanto no verão, C-org, umidade, Mg, pH e C da serapilheira se correlacionaram com a atividade da Desi e C-CO2. A ACD discriminou os atributos H+Al, P disponível, porosidade total, teor de S da serapilheira e umidade do solo como os de maior importância na separação das áreas FN e FR, sendo a umidade o mais relevante, independentemente da época de coleta, e C-CO2, apenas no inverno. Na avaliação da ACC e ACD em conjunto houve pouca influência das variáveis microbiológicas na separação das áreas, nas duas épocas de coleta, indicando que o período decorrido da implantação da área FR já tenha sido suficiente para propiciar a recuperação da sua atividade microbiológicaA Araucaria angustifolia (Bert.) O. Kuntze é a principal componente da Floresta Ombrófila Mista no Estado de São Paulo e está associada à alta diversidade de organismos edáficos, que são importantes para manutenção da qualidade do solo, o que torna a preservação desse ecossistema tarefa urgente e inadiável. Este estudo teve como objetivo avaliar que atributos físico-químicos estão mais relacionados à atividade da enzima desidrogenase, à respiração basal e à biomassa microbiana do solo em floresta nativa (FN) e reflorestada (FR) com Araucaria angustifolia, em três regiões do Estado de São Paulo, no inverno e no verão, bem como quais desses são os principais fatores discrepantes entre as áreas. Cada floresta foi representada por três repetições verdadeiras, em que, em cada uma, foram coletadas, ao acaso, 15 amostras de solo (0-20 cm) para se avaliarem atributos físico-químicos e microbiológicos. No mesmo ponto, coletaram-se amostras de serapilheira para avaliar sua massa e seus atributos químicos. As coletas de solo e serapilheira foram realizadas no inverno e verão. Os atributos microbiológicos: carbono da biomassa microbiana (CBM), respiração basal (C-CO2), quociente metabólico (qCO2) e atividade da enzima desidrogenase (Desi); os atributos físicos do solo: umidade, densidade global, macroporosidade e porosidade total; e os químicos: pH, carbono orgânico (C-org), P, Ca, K, Mg, Al, H+Al, além da massa de matéria seca de serapilheira e C, N e S da serapilheira, foram submetidos à análise de variância (Two-way ANOVA). Realizaram-se também a Análise Canônica Discriminante (ACD) e a Análise de Correlação Canônica (ACC). O solo em NF apresentou maiores valores de K, P disponível, macroporosidade, massa de matéria seca de serapilheira e menores valores de qCO2, independentemente da época de coleta, além de menor atividade da desidrogenase no inverno
  • Imprenta:
  • Source:
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832013000300003 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Jamil de Morais; BARETTA, Dilmar; BINI, Daniel; VASCONCELLOS, Rafael L. de F; CARDOSO, Elke Jurandy Bran Nogueira. Relationships between microbial activity and soil physical and chemical properties in native and reforested Araucaria angustifolia forests in the state of São Paulo, Brazil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 37, n. 3, p. 572-586, 2013. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rbcs/v37n3/03.pdf > DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832013000300003.
    • APA

      Pereira, J. de M., Baretta, D., Bini, D., Vasconcellos, R. L. de F., & Cardoso, E. J. B. N. (2013). Relationships between microbial activity and soil physical and chemical properties in native and reforested Araucaria angustifolia forests in the state of São Paulo, Brazil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 37( 3), 572-586. doi:http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832013000300003
    • NLM

      Pereira J de M, Baretta D, Bini D, Vasconcellos RL de F, Cardoso EJBN. Relationships between microbial activity and soil physical and chemical properties in native and reforested Araucaria angustifolia forests in the state of São Paulo, Brazil [Internet]. Revista Brasileira de Ciência do Solo. 2013 ; 37( 3): 572-586.Available from: http://www.scielo.br/pdf/rbcs/v37n3/03.pdf
    • Vancouver

      Pereira J de M, Baretta D, Bini D, Vasconcellos RL de F, Cardoso EJBN. Relationships between microbial activity and soil physical and chemical properties in native and reforested Araucaria angustifolia forests in the state of São Paulo, Brazil [Internet]. Revista Brasileira de Ciência do Solo. 2013 ; 37( 3): 572-586.Available from: http://www.scielo.br/pdf/rbcs/v37n3/03.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021