Exportar registro bibliográfico

Autismo: uma análise institucional do discurso dos tratamentos (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: CARAMICOLI, LUISA GUIRADO - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: AUTISMO; PSICANÁLISE; ANÁLISE DO COMPORTAMENTO; ANÁLISE DO DISCURSO
  • Keywords: Análise do comportamento aplicada; Análise institucional do discurso; Applied behavior analysis; Institutional analysis of discourse; Tratamento; Treatment
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste trabalho é confrontar duas formas de tratamento para autismo muito reconhecidas na área da psicologia: a psicanálise e a análise do comportamento aplicada (ABA). O método que instrumentou a pesquisa, desde a formulação de seus objetivos, foi a Análise Institucional do Discurso, de Marlene Guirado. Foram analisados os discursos dos profissionais de cada uma das abordagens, de modo a configurar o lugar do paciente, da família e do analista. Os resultados da análise das entrevistas, corpus discursivo do estudo, foram até certo ponto surpreendentes: não se observaram apenas diferenças no modo como psicanalistas e analistas do comportamento veem a criança com autismo, a família, seu próprio trabalho e o alcance do método de tratamento, como se poderia esperar pela história de divergências teórico-técnicas e epistemológicas entre essas disciplinas do conhecimento, da pesquisa, e da prática profissional. Foram, então, traçadas aproximações e distinções entre os discursos. Tanto as analistas do comportamento quanto as psicanalistas se relacionaram com a criança e com o autismo tal como antecipados pela teoria e pelo método que suportam sua ação. Do mesmo modo, aproximam-se no que diz respeito ao lugar atribuído à criança. Distanciam-se no que diz respeito à confiança mostrada sobre o alcance de mudanças, à objetividade com que definem pontos de partida e de chegada pelos trabalhos clínicos e às certezas quanto aos resultados e à eficácia dos procedimentosterapêuticos e à inserção programada dos pais no tratamento. O estudo aponta, também, para a dimensão institucional de tais práticas de tratamento: o problema da direção e da sustentação do olhar é uma marca da cena terapêutica, e não propriamente, ou apenas, da criança. ABA e psicanálise buscam estender seus âmbitos de ação sobre o autismo, como seu objeto institucional. Nesse jogo, a criança, observada, interpretada, relatada, permanece sem lugar de enunciação
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.04.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARAMICOLI, Luisa Guirado; GUIRADO, Marlene. Autismo: uma análise institucional do discurso dos tratamentos. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-30072013-093834/ >.
    • APA

      Caramicoli, L. G., & Guirado, M. (2013). Autismo: uma análise institucional do discurso dos tratamentos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-30072013-093834/
    • NLM

      Caramicoli LG, Guirado M. Autismo: uma análise institucional do discurso dos tratamentos [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-30072013-093834/
    • Vancouver

      Caramicoli LG, Guirado M. Autismo: uma análise institucional do discurso dos tratamentos [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-30072013-093834/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020