Exportar registro bibliográfico

Micromorfologia de sítios concheiros da América do Sul: arqueoestratigrafia e processos de formação de sambaquis (Santa Catarina, Brasil) e concheiros (Terra do Fogo, Argentina) (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VILLAGRAN, XIMENA SUAREZ - IGC
  • Unidades: IGC
  • Sigla do Departamento: GSA
  • Subjects: SAMBAQUIS; SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS; GEOARQUEOLOGIA; LITORAL (SÍTIO ARQUEOLÓGICO); CONCHEROS (SÍTIO ARQUEOLÓGICO)
  • Language: Português
  • Abstract: O estudo de oito sambaquis do litoral sul do Estado de Santa Catarina e de um concheiro da Terra do Fogo permitiu entender a dinâmica dos processos de formação de diferentes tipos de concheiros. No caso dos sambaquis catarinenses, o objetivo principal foi compreender os processos de formação culturais(atividades humanas) e naturais (tafonômicos) e suas mudanças ao longo do tempo, a partir da análise estratigráfica de sítios cuja cronologia envolve todo o período de ocupação humana pré-histórica da região (c. 7400-1000 anos AP). No caso fueguino, realizou-se o estudo micro-estratigráfico de um concheiro etno-histórico, para servir como modelo interpretativo na formulação de hipóteses sobre a formação dos concheiros. Os métodos utilizadospara caracterização dos sedimentos arqueológicos incluíram: granulometria, zooarqueologia, isotopia de C e N ('δ POT.13'C e 'δ POT.15'N), micromorfologia e microscopia eletrônica de varredura. Utilizou-se também a analogia experimental com fogueiras acesas em diversos contextos conhecidos e queima controlada de moluscos. Três tipos de sambaquis foram analisados: quatro de padrão estratigráfico conchífero; dois de núcleo arenoso; e dois em montículo ictiológico. A formação do primeiro e terceiro tipos seguiu um padrão recorrente e contínuo que envolve retrabalhamento de elementos depositados e queimados em localdiferente do final. Estes elementos incluem resíduos alimentares, como conchas, restos de peixe (ossos e tecidos) e material vegetais (carvões e plantas de ciclo fotossintético 'C IND.3'), assim como componentes terrígenos relacionados com o substrato sedimentar nos arredores do sambaqui e com sedimentos provenientes dos bancos de moluscos explorados. Os sambaquis de núcleo arenoso representam ocupações efêmeras, mas planejadas. A sua formação envolveu levantamento de montículos de areia e/ou aproveitamento de dunas eólicas, com posterior deposição de moluscos eresíduos de fogueiras. Desta análise, extraem-se duas implicações substanciais: 1) o hábito de retrabalhamento de resíduos pode ter incluído a destruição dos locais de moradia, nunca achados até o momento, associados aos grandes sambaquis; 2) a correspondência entre o processo de formação identificado nos montículos ictiológicos e nos sambaquis conchíferos sugere continuidade na atividade deposicional, apesar da mudança dematéria prima (substituição das conchas por restos de peixe) e da adoção da tecnologia cerâmica em tempos recentes. O concheiro etno-histórico analisado paracomparação geo-etnoarqueológica foi formado a partir de ocupações domésticas, recorrentes durante pelo menos um século. A análise do anel de conchas periférico possibilitou caracterizar micromorfologicamente os episódios de deposição massiva de conchas, pisoteamentoe abandono do sítio. A análise das fogueiras localizadas na área central do concheiro permitiuidentificar estruturas de combustão de temperatura alta e moderada (superior e inferior a 500° C, respectivamente). A comparação das microfácies do concheiro fueguino com as microfácies identificadas nos sambaquis catarinenses mostra diferentes trajetórias pré-deposicionais, relacionadas, no primeiro caso, com a deposição imediata e secundária de detritos de alimentação nos arredores do local de moradia, e, no caso dos sambaquis, com a sucessão intrincada de ações de deposição, queima e transporte, associada à formação de depósitos terciários. Estas observações corroboram a maior complexidade no processo de formação dos sambaquis
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.11.2012
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VILLAGRÁN, Ximena S.; GIANNINI, Paulo César Fonseca; ESTEVEZ ESCALERA, Jordi. Micromorfologia de sítios concheiros da América do Sul: arqueoestratigrafia e processos de formação de sambaquis (Santa Catarina, Brasil) e concheiros (Terra do Fogo, Argentina). 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-24072013-145242/pt-br.php >.
    • APA

      Villagrán, X. S., Giannini, P. C. F., & Estevez Escalera, J. (2012). Micromorfologia de sítios concheiros da América do Sul: arqueoestratigrafia e processos de formação de sambaquis (Santa Catarina, Brasil) e concheiros (Terra do Fogo, Argentina). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-24072013-145242/pt-br.php
    • NLM

      Villagrán XS, Giannini PCF, Estevez Escalera J. Micromorfologia de sítios concheiros da América do Sul: arqueoestratigrafia e processos de formação de sambaquis (Santa Catarina, Brasil) e concheiros (Terra do Fogo, Argentina) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-24072013-145242/pt-br.php
    • Vancouver

      Villagrán XS, Giannini PCF, Estevez Escalera J. Micromorfologia de sítios concheiros da América do Sul: arqueoestratigrafia e processos de formação de sambaquis (Santa Catarina, Brasil) e concheiros (Terra do Fogo, Argentina) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-24072013-145242/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020