Exportar registro bibliográfico

Petrografia, geoquímica e geocronologia do Complexo Paso Del Dragón Nordeste do Uruguai: implicações geotectônicas na evolução do cinturão Dom Feliciano (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated author: CANABAL, ELENA PEEL - IGC
  • School: IGC
  • Sigla do Departamento: GMG
  • Subjects: GEOTECTÔNICA; PETROGRAFIA; GEOCRONOLOGIA; GEOQUÍMICA ISOTÓPICA
  • Language: Português
  • Abstract: A leste da zona de cisalhamento de Sierra Ballena, dentro do contexto geológico dos granitos do Batólito Sierra de los Ríos, cinturão granítico Aiguá-Pelotas-Florianópolis do Cinturão Dom Feliciano, ocorre o Complexo Paso del Dragón. Este complexo é composto por unidades neoproterozóicas distribuídas numa faixa de 40 km de comprimento com direção N20E – EW, tectônicamente imbricada entre os granitos do Batólito ao norte, e migmatitos ao sul. Compõe-se de duas unidades litodêmicas, os Xistos da Micaela predominantes, correspondentes a uma associação meta-vulcano-sedimentar, composta por xistos quartzo-feldspáticos a muscovita, com intercalações de quartzitos, meta-vulcânicas félsicas, e xistos anfibólicos com granada, e os Serpentinitos de Cerro La Tuna subordinados, correspondentes a rochas máficas-ultramáficas deformadas e metamorfisadas constituídas por serpentinitos, xistos magnesianos variados e xistos anfibólicos, alojadas no litodema xistos da Micaela. A análise petrográfica destas rochas mostra um metamorfismo regional em fácies xisto verde baixo, porém, existem evidências de que essas rochas tenham sofrido um metamorfismo prévio que atingiu a fácies anfibolito. Os estudos químicos efetuados nas rochas metavulcânicas do Complexo permitiram caracterizar o magmatismo como toleítico associado a arco magmático, com assinaturas compatíveis com bacias de back-arc. A química das rochas serpentiníticas sugere protólitos mantélicos. Por outra parte, o quimismo das rochas graníticas do Batólito Sierra de los Ríos sugere um magmatismo de arco, calcio-alcalino e de alto potássio. As idades obtidas no Complexo indicam sedimentação mais jovem que 660 Ma provavelmente ao redor de 590 Ma conforme indicado pela idade obtida nas rochas metavulcânicas intercaladas com os micaxistos da Micaela. Nas unidades metassedimentares destaca-se a ocorrência de aporte detrítico de áreascom idades paleoproterozóicas, mesoproterozóicas e neoproterozóicas com as idades mais jovens ao redor de 650Ma. As idades obtidas no migmatito indicam metamorfismo a 668 ± 17 Ma, e presença de zircões detríticos com idades no redor de 2000, 1200, e 800-750 Ma. Esses intervalos são coincidentes com os assinalados para os migmatitos do Terreno Punta del Este. As idades obtidas nos granitóides e vulcânicas do Batólito indicam um intervalo entre 640 e 590 Ma para o magmatismo, concordante com as idades propostas para o Batólito Aiguá-Pelotas. Idades no redor de 570-560 Ma obtidas no xisto xiv vulcânico do Complexo e nos granitos do Batólito, é interpretado como indicativo da idade do metamorfismo que afetou a região. Em função do conjunto das informações petrográficas, geoquímicas e geocronológicas obtidas, e do contexto geológico regional, interpreta-se o Complexo como possível remanescente das unidades sedimentares e magmáticas geradas em ambiente de back-arc que foram colocadas tectonicamente em meio aos granitos do arco magmático. Sua geração, deformação e metamorfismo, essencialmente de idade Ediacarana, estariam associados com o fechamento do oceano Adamastor que culminou com a colisão dos cratons Kalahari (Africa) e Rio de La Plata (America do Sul) quando da constituição de Gondwana
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.12.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEEL CANABAL, Elena; BASEI, Miguel Angelo Stipp. Petrografia, geoquímica e geocronologia do Complexo Paso Del Dragón Nordeste do Uruguai: implicações geotectônicas na evolução do cinturão Dom Feliciano. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.
    • APA

      Peel Canabal, E., & Basei, M. A. S. (2012). Petrografia, geoquímica e geocronologia do Complexo Paso Del Dragón Nordeste do Uruguai: implicações geotectônicas na evolução do cinturão Dom Feliciano. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Peel Canabal E, Basei MAS. Petrografia, geoquímica e geocronologia do Complexo Paso Del Dragón Nordeste do Uruguai: implicações geotectônicas na evolução do cinturão Dom Feliciano. 2012 ;
    • Vancouver

      Peel Canabal E, Basei MAS. Petrografia, geoquímica e geocronologia do Complexo Paso Del Dragón Nordeste do Uruguai: implicações geotectônicas na evolução do cinturão Dom Feliciano. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022