Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Análise espacial das doenças respiratórias e a poluição relacionada ao tráfego no município de São Paulo (2013)

  • Authors:
  • USP affiliated author: ALMEIDA, SAMUEL LUNA DE - FSP
  • School: FSP
  • Sigla do Departamento: HSA
  • DOI: 10.11606/D.6.2013.tde-21052013-161130
  • Subjects: CRIANÇAS; IDOSOS; DOENÇAS RESPIRATÓRIAS; POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA (EFEITOS ADVERSOS); POLUIÇÃO AMBIENTAL (EFEITOS ADVERSOS); TRÁFEGO RODOVIÁRIO; POLÍTICAS PÚBLICAS; HOSPITALIZAÇÃO
  • Keywords: Análise espacial; Poluição relacionada ao tráfego
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A avaliação dos riscos a saúde da população associados a exposição aos poluentes de origem veicular é, ainda, um importante desafio para pesquisadores e formuladores de políticas públicas de saúde e ambiente. Objetivos: Estudar a associação espacial das internações por doenças respiratórias e a poluição relacionada ao tráfego no município de São Paulo. Método: Dados de internações hospitalares por doenças respiratórias do sistema público e privado, no periodo de 2004-2006, foram georreferenciados por endereço do paciente. Foram selecionados os CIDs J20-J22 e J40-J47 para crianças menores de 5 anos e os diagnósticos J40-J47 para idosos com idade superior a 64 anos. A área urbana do município foi dividida em uma grade com células de 500mx500m e calculada a densidade de tráfego. Variáveis populacionais, socioeconômicas e o IDH foram convertidos da base de setor censitários para a grade, usando o ArcGIS ArcInfo 9.3. Análise de clusters foi realizada usando o modelo discreto de Poisson para o cálculo do risco esperado para cada grupo etário, com o uso do Software SaTScan v8.0. Para estudo da dependência espacial entre a taxa de internação por respiratórias em cada subgrupo e a densidade de tráfego total foram empregados o índice de Moran (I) e o Local Indicator for Spatial Autocorrelation (LISA), utilizando o software OpenGeoDa 1.2.0. A análise de regressão espacial entre a taxa de internação em cada grupo e a densidade de tráfego foi realizada utilizando o Pacote R R Core Team (2012).Resultados: Foi encontrada associação espacial significativa entre o risco de internação por doenças respiratórias em crianças menores de 5 anos e a densidade de tráfego no município de São Paulo. Para idosos, com idade superior a 64 anos, os resultados não foram significativos. As análises de cluster e de autocorrelação espacial mostraram padrões espaciais diferenciados para crianças e idosos. A análise de autocorrelação (I de Moran) evidenciou maior associação entre internações por doenças respiratórias e densidade veicular para crianças do que para idosos. Os resultados da análise de regressão espacial mostrou associação positiva entre a taxa de internações em crianças e a densidade de tráfego, quando controlado pelo IDH-M. No caso de idosos, o coeficiente de regressão foi negativo. Conclusão: A poluição relacionada ao tráfego configura-se como importante fator de risco à saúde de crianças na cidade de São Paulo e medidas de redução das exposições bem como de redução dos fatores de vulnerabilidade devem ser priorizadas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.04.2013
  • Online source accessOnline source accessOnline source accessDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2013.tde-21052013-161130 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Samuel Luna de; NARDOCCI, Adelaide Cassia. Análise espacial das doenças respiratórias e a poluição relacionada ao tráfego no município de São Paulo. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2013.tde-21052013-161130 > DOI: 10.11606/D.6.2013.tde-21052013-161130.
    • APA

      Almeida, S. L. de, & Nardocci, A. C. (2013). Análise espacial das doenças respiratórias e a poluição relacionada ao tráfego no município de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2013.tde-21052013-161130
    • NLM

      Almeida SL de, Nardocci AC. Análise espacial das doenças respiratórias e a poluição relacionada ao tráfego no município de São Paulo [Internet]. 2013 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2013.tde-21052013-161130
    • Vancouver

      Almeida SL de, Nardocci AC. Análise espacial das doenças respiratórias e a poluição relacionada ao tráfego no município de São Paulo [Internet]. 2013 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2013.tde-21052013-161130


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022