Exportar registro bibliográfico

Variação geográfica e filogeografia de Sooretamys angouya (Fischer, 1814) (Cricetidae: Sigmodontinae) (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: CHIQUITO, ELISANDRA DE ALMEIDA - ECOLOGIA APLICA
  • Unidade: ECOLOGIA APLICA
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: BIODIVERSIDADE; BIOGEOGRAFIA; FILOGENIA; RODENTIA
  • Language: Português
  • Abstract: Estudos taxonômicos e sistemáticos têm freqüentemente utilizado mais de uma ferramenta a fim de acessar, além da biodiversidade, a história evolutiva e biogeográfica. Comumente, o que temos são abordagens morfológicas e moleculares unidas, muitas vezes, corroborando uma a outra, resultando no reconhecimento de novos táxons de Oryzomyini, inclusive supraespecíficos, e nos seus padrões filogenéticos. Inserido nesse cenário, S. angouya já foi alvo de estudos taxonômicos e biogeográficos, no entanto, a vasta distribuição geográfica e a amplitude de habitats que S. angouya ocupa sugerem a possibilidade de existência de algum grau de variação intraespecífica, o que torna a espécie um ótimo modelo para um estudo de variação geográfica e filogeográfica. Meu objetivo foianalisar qualitativa e quantitativamente as amostras de S. angouya ao longo da sua distribuição a fim de avaliar a existência de variação em nível morfológico e molecular. A metodologia de agrupamentos de localidades próximas e/ou pertencentes a uma mesma unidade geográfica foi empregada a fim de incrementar o número amostral. As análises morfométricas e morfológicas foram conduzidas em indivíduos adultos de acordo com o desgaste dos molares e de ambos os sexos. Os caracteres morfométricos consistiram em cinco dimensões corpóreas e 18 crânio-dentárias. As normalidades uni e multivariada dos dados foram testadas através dos testes de Kolmogorov-Smirnov e Kurtose de Mardia, respectivamente. A análise de variação geográfica baseou-se em diagramas Dice-Leraas e Análises Discriminantes. A análise qualitativa da morfologia foi realizada com base em caracteres de pelagem e crânio-dentários. As análises moleculares foram conduzidas com um fragmento de 675 pb do gene mitocondrial do Citocromo b de 48 indivíduos. As árvores foram construídas pelos métodos de Máxima Verossimilhança, Máxima Parcimônia e Neighbour - Joining. Foi também conduzidauma análise da rede de haplótipos e calculadas as estatísticas básicas. A distribuição geográfica de S. angouya é limitada pelas localidades Conceição do Mato Dentro, MG, ao norte; Arroio Grande, RS, ao sul; Venda Nova, ES, a leste e Isla El Chapetón, no Rio Paraná em Entre Ríos, Argentina, abrangendo toda a região costeira do Espírito Santo ao Rio Grande do Sul e adentrando ao interior. As análises morfométricas mostraram que existe uma discreta diminuição nos valores médios do comprimento craniano e corpóreo no sentido norte-sul e mais acentuada no sentido leste-oeste. No entanto, a amostra proveniente do Paraguai, extremo oeste da distribuição, apresenta crânios tão longos, porém mais robustos, e dimensões corpóreas maiores que a amostra de Boracéia e Casa Grande, em SP. Qualitativamente, aspectos crâniodentários e corpóreos não exibiram variação relacionada com a geografia, embora variem dentro da espécie. Foi obtido um alinhamento de 675 pb do Cit b de 48 indivíduos de S. angouya provenientes de ES, RJ, SC, RS e Paraguai. As quatro análises de variação molecular conduzidas não mostraram haver uma clara estruturação geográfica dos haplótipos, exceto por um subclado suportado por altos valores de bootstrap onde estão contidos quatro haplótipos exclusivamente paraguaios, da região da bacia do rio Tebicuary. Concluiu-se que existe variação geográfica em S. angouya e que esta pode ter sido gerada por eventos recentes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.12.2010
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CHIQUITO, Elisandra de Almeida; PERCEQUILLO, Alexandre Reis. Variação geográfica e filogeografia de Sooretamys angouya (Fischer, 1814) (Cricetidae: Sigmodontinae). 2010.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-22052013-150146/ >.
    • APA

      Chiquito, E. de A., & Percequillo, A. R. (2010). Variação geográfica e filogeografia de Sooretamys angouya (Fischer, 1814) (Cricetidae: Sigmodontinae). Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-22052013-150146/
    • NLM

      Chiquito E de A, Percequillo AR. Variação geográfica e filogeografia de Sooretamys angouya (Fischer, 1814) (Cricetidae: Sigmodontinae) [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-22052013-150146/
    • Vancouver

      Chiquito E de A, Percequillo AR. Variação geográfica e filogeografia de Sooretamys angouya (Fischer, 1814) (Cricetidae: Sigmodontinae) [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/91/91131/tde-22052013-150146/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021