Exportar registro bibliográfico

Influência em longo prazo dos protocolos de tratamento da Classe II na atratividade do perfil (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: MENDES, LUCAS MARZULLO - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: ESTÉTICA; EXTRAÇÃO DENTÁRIA; MALOCLUSÃO DE ANGLE CLASSE II
  • Language: Português
  • Abstract: A extração de pré-molares em Ortodontia tem sido questionada por eventuais riscos a estética do perfil. Este estudo se propôs a avaliar se há influência de três formas de tratamento da Classe II divisão 1 na atratividade do perfil ao final do tratamento e em longo prazo. Medidas cefalométricas foram obtidas das radiografias cefalométricas através do programa Dolphin Imaging 11.5 e comparações foram realizadas entre os grupos nos dois tempos. Os grupos foram divididos em tratamentos sem extração (XP0), com extração de dois pré-molares superiores (XP2) ou extração de quatro pré-molares (XP4). Foram avaliados 68 indivíduos com Classe II divisão 1 completa, tratados ortodonticamente há quinze anos, em média, compatíveis quanto ao sexo, idade ao final do tratamento e em longo prazo, tempo pós-tratamento, qualidade de finalização oclusal do tratamento (índice Objective Grading System) e sobressaliência (final e em longo prazo). O grupo XP0 foi composto de 20 indivíduos, com média de 29,94 (± 7,35) anos de idade e 15,62 (± 7,22) anos pós-tratamento. O grupo XP2 foi composto de 27 indivíduos com 30,56 (±5,74) anos de idade e 15,09 (± 4,79) anos pós-tratamento. O grupo XP4 foi composto por 21 indivíduos com 32,29 (± 5,70) anos de idade e 17,20 (± 5,76) anos pós-tratamento. As telerradiografias em norma lateral tomadas ao final dos tratamentos e nas consultas de reavaliação clínica deram origem a duas silhuetas de perfil de cada indivíduo. Leigos (77) e ortodontistas (77) avaliaram as silhuetas segundo seus critérios pessoais através de um site na internet, atribuindo notas de 1 a 10 à atratividade de cada uma. Leigos foram mais críticos em relação aos ortodontistas. A Análise de Covariância revelou que a idade ou o sexo dos avaliadores não interferiram sobre suas opiniões. A Análise de Variância revelou que o padrão facial foi suavemente mais vertical no grupo XP4em relação ao XP2. Análises de Variância a dois critérios revelaram que a atratividade do perfil no grupo XP2 foi significantemente maior em relação ao grupo XP4 ao final do tratamento e o grupo XP0 foi semelhante aos outros dois. Em longo prazo a atratividade do grupo XP2 foi significantemente maior em relação aos grupos XP0 e XP4. Não houve diferenças significantes entre as alterações cefalométricas no período póstratamento.
  • Data da defesa: 31.01.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MENDES, Lucas Marzullo; JANSON, Guilherme dos Reis Pereira. Influência em longo prazo dos protocolos de tratamento da Classe II na atratividade do perfil. 2013.Universidade de São Paulo, [S.l.], 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-04062013-151108/publico/LucasMarzulloMendes_Rev.pdf >.
    • APA

      Mendes, L. M., & Janson, G. dos R. P. (2013). Influência em longo prazo dos protocolos de tratamento da Classe II na atratividade do perfil. Universidade de São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-04062013-151108/publico/LucasMarzulloMendes_Rev.pdf
    • NLM

      Mendes LM, Janson G dos RP. Influência em longo prazo dos protocolos de tratamento da Classe II na atratividade do perfil [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-04062013-151108/publico/LucasMarzulloMendes_Rev.pdf
    • Vancouver

      Mendes LM, Janson G dos RP. Influência em longo prazo dos protocolos de tratamento da Classe II na atratividade do perfil [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-04062013-151108/publico/LucasMarzulloMendes_Rev.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021