Exportar registro bibliográfico

Efeitos cefalométricos promovidos pelos aparelhos extrabucal cervical e distalizadores de molares superiores Jones Jig, no tratamento da má oclusão de Classe II (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: FONTES, FERNANDA PINELLI HENRIQUES - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAO
  • Subjects: ORTODONTIA CORRETIVA; APARELHOS ORTODÔNTICOS; CEFALOMETRIA
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Este estudo comparou os efeitos cefalométricos promovidos por dois aparelhos distalizadores de molares superiores distintos, o aparelho extrabucal cervical e o aparelho Jones Jig de caráter intrabucal, associados ao aparelho ortodôntico fixo. Objetivos: O objetivo do presente trabalho foi obter e comparar os valores entre os distalizadores , afim de saber quais as diferenças que ocorrem entre os protocolos de tratamento. Material e Métodos: O grupo AEB consiste de 25 pacientes apresentando má oclusão de Classe II, com idade média inicial de 13,00 anos, tratados por meio do aparelho extrabucal cervical associado ao aparelho ortodôntico fixo. O grupo Jones Jig foi de 21 pacientes possuindo má oclusão de Classe II, com idade média inicial de 12,88 anos, tratados com o aparelho Jones Jig seguido do aparelho ortodôntico fixo. Foram avaliadas as telerradiografias em norma lateral no início e no final do tratamento ortodôntico. Os grupos foram compatibilizados em relação à idade inicial, gênero da amostra, severidade da má oclusão de Classe II, características cefalométricas iniciais e finais. A partir das telerradiografias foram obtidos os traçados cefalométricos, utilizando-se o programa Dentalfacial Planner 7.02 para avaliação das grandezas esqueléticas e dentoalveolares. Foi realizado o teste estatístico teste t de Student não paramétrico para dados normais e o Man Witney para os dados não normais. Resultados: Houve um redirecionamento do crescimento maxilar no grupo AEB, resultando na restrição do vetor de crescimento maxilar para anterior, o que promoveu a melhora da relação maxilomandibular esquelética. No grupo Jones Jig, verificou somente efeitos dentoalveolares. Em ambos os protocolos de tratamento, não houve diferenças na mandíbula a não ser as diferenças que ocorrem naturalmente com o crescimento craniofacial. Não houve diferença nas repercussões deambos os tratamentos no perfil facial tegumentar. Conclusão: Ambos os aparelhos corrigiram a má oclusão de Classe II, de forma semelhante, com a estabilização sagital do complexo dentoalveolar superior proporcionada pelos aparelhos distalizadores, enquanto que o complexo dentoalveolar inferior avançava em direção anterior, devido ao crescimento mandibular.
  • Data da defesa: 25.02.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FONTES, Fernanda Pinelli Henriques; FREITAS, Marcos Roberto de. Efeitos cefalométricos promovidos pelos aparelhos extrabucal cervical e distalizadores de molares superiores Jones Jig, no tratamento da má oclusão de Classe II. 2013.Universidade de São Paulo, [S.l.], 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-04062013-105112/publico/FernandaPinelliHenriquesFontes_Rev.pdf >.
    • APA

      Fontes, F. P. H., & Freitas, M. R. de. (2013). Efeitos cefalométricos promovidos pelos aparelhos extrabucal cervical e distalizadores de molares superiores Jones Jig, no tratamento da má oclusão de Classe II. Universidade de São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-04062013-105112/publico/FernandaPinelliHenriquesFontes_Rev.pdf
    • NLM

      Fontes FPH, Freitas MR de. Efeitos cefalométricos promovidos pelos aparelhos extrabucal cervical e distalizadores de molares superiores Jones Jig, no tratamento da má oclusão de Classe II [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-04062013-105112/publico/FernandaPinelliHenriquesFontes_Rev.pdf
    • Vancouver

      Fontes FPH, Freitas MR de. Efeitos cefalométricos promovidos pelos aparelhos extrabucal cervical e distalizadores de molares superiores Jones Jig, no tratamento da má oclusão de Classe II [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25144/tde-04062013-105112/publico/FernandaPinelliHenriquesFontes_Rev.pdf


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021