Exportar registro bibliográfico

Análise da expressão de antígenos de histocompatibilidade classe II em tumores adrenocorticais de crianças e adolescentes (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: LEITE, FABÍOLA DE ARRUDA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPP
  • Subjects: TUMOR CARCINOIDE; NEOPLASIAS DO CÓRTEX SUPRARRENAL; ANTÍGENOS DE HISTOCOMPATIBILIDADE; MARCADOR MOLECULAR
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Dentre os tumores raros da infância, temos os adrenocorticais que na literatura mundial apresenta incidência de 0,2% de todas as neoplasias pediátricas. Nas últimas décadas muitos estudos buscam descobrir os mecanismos que levam ao desenvolvimento destes tumores assim como identificar possíveis marcadores moleculares, a fim de ajudar no diagnóstico e avaliar prognóstico. Objetivo: Analisar, em tumores adrenocorticais pediátricos, a expressão de 3 antígenos de histocompatibilidade humana (H LA) . Pacientes e Métodos: Os antígenos HLA-DRA, HLA-DPA e HLA-DPB1 foram analisados por meio de PCR em tempo real quantitativo, em 58 amostras consecutivas de tumor obtidas de crianças com diagnóstico de neoplasia adrenocortical. Destas amostras, 13 foram classificadas como adenomas (escore de Weiss < 3) e 44 como adrenocarcinomas (escore de Weiss ‘> OU =’ 3) e 1 não definida. Também foi realizada análise em 10 amostras de tecido adrenal não neoplásico de crianças. Trinta e uma foram analisadas para expressão proteica por imunohistoquimica para HLA-DPA. Na análise estatística foram utilizados os testes de Mann-Whitney e Kruskall-Wallis para avaliar a correlação entre a expressão dos antígenos apresentados e as variáveis clínicas e biológicas das amostras estudadas, e curvas de Kaplan Meier e o teste log rank para estimar a sobrevida livre de eventos em 5 anos e análise multivariada por modelo de regressão de Cox para analisar independência dos fatores prognósticos observados em análise univariada. Resultados: Os valores de expressão dos antígenos duas vezes abaixo da mediana dos controles não neoplásicos foram considerados como hipoexpressos. Foi observada uma associação significativa entre menores índices de expressão e amostras tumorais com peso ‘> OU =’100 gramas para os genes HLA-DRA (5,2 “fold”, P=0, 009), HLA-DPA (2,44 “fold”, P=0, 013) HLA-DPB1(2,2 “fold”, P=0, 023); volume ‘> OU =’200 cm3 e HLA-DRA (4 “fold”, P<0,001), HLA-DPA (5,27 “fold”, P=0,003) HLA-DPB1 (4 “fold”, P<0,001); e presença de óbito/recidiva e HLA-DRA (7,35 “fold”, P=0,002), HLA-DPA (9,84 “fold”, P<0,001) HLA-DPB1 (5,47 “fold”, P=0,005). Analisando as amostras classificadas com Weiss ‘> OU=’3, a idade também apresentou associação significativa para os genes HLA-DRA (4,9 “fold”, P<0,001), HLA-DPA (7,16 “fold”, P=0,006) HLA-DPB1(3,9 “fold”, P=0,006) Os níveis de expressão dos genes apresenta associação inversa com estadia para os genes HLA-DRA (P=0,009), HLA-DPA (P=0,017) e HLA-DPB1 (P=0,037). Também houve associação entre a hipoexpressão dos genes e menores taxas de sobrevida livre de eventos em 5 anos para HLA-DRA (63.6 ‘+OU-’8,5% versus 94.7‘+ OU-’5,1%, P=0,017), HLA-DPA (40 ‘+OU-’12,6% versus 85.7 ‘+ OU-’6,1%, P<0, 001) HLA-DPB1 (62 ‘+ OU-’8,4% versus 94.4‘+ OU-’5,4%, P=0, 017). A análise multivariada por regressão de Cox evidenciou o gene HLADPA como fator prognóstico independente (P= 0,012), quando analisado em associação com idade, peso e volume tumoral. Resultados semelhantes foram observados quando analisados apenas os casos de carcinoma. Menor marcação por imunohistoquimica foi associada a menor sobrevida (P=0.008). Conclusão: Este estudo sugere que a hipoexpressão dos antígenos de histocompatibilidade de classe II (DRA, DPA e DPB1) estão relacionados à presença de doença mais agressiva e prognóstico desfavorável. Nossos dados sugarem que antígenos de classe II podem ser úteis como marcador prognóstico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.03.2013

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEITE, Fabíola de Arruda; SCRIDELI, Carlos Alberto. Análise da expressão de antígenos de histocompatibilidade classe II em tumores adrenocorticais de crianças e adolescentes. 2013.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2013.
    • APA

      Leite, F. de A., & Scrideli, C. A. (2013). Análise da expressão de antígenos de histocompatibilidade classe II em tumores adrenocorticais de crianças e adolescentes. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Leite F de A, Scrideli CA. Análise da expressão de antígenos de histocompatibilidade classe II em tumores adrenocorticais de crianças e adolescentes. 2013 ;
    • Vancouver

      Leite F de A, Scrideli CA. Análise da expressão de antígenos de histocompatibilidade classe II em tumores adrenocorticais de crianças e adolescentes. 2013 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021