Exportar registro bibliográfico

Determinação do grupo filogenético e pesquisa dos genes de resistência em Escherichia coli provenientes de amostras de alimentos, ambientes e clínicas (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, PATRICIA PEREIRA DE - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • Subjects: ESCHERICHIA COLI; FILOGENIA; TESTES DE SENSIBILIDADE MICROBIANA; GENES
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Escherichia coli é parte da microbiota intestinal de humanos e de animais de sangue quente, são os bacilos Gram-negativos mais frequentemente isolados de infecções humanas e tem sido associada à meningite neonatal, sepse, infecções de trato urinário e gastroenterite. Objetivo: Determinar o grupo filogenético, identificar o perfil de suscetibilidade a diferentes classes de antimicrobianos e pesquisar os genes de resistência em isolados de E. coli provenientes de amostras de alimentos, ambientais e clínicas. Métodos: Foram utilizados 65 isolados, de 1990 a 2006, pertencentes à coleção de cultura do laboratório de Prática de Saúde Pública. Os isolados eram provenientes de queijo minas frescal, água tratada, água mineral, fezes de bovinos sadios, água doce coletada de ambiente pristino e de pacientes atendidos em um hospital universitário. O antibiograma foi realizado pelo método de Disco-Difusão em Agar de acordo com CLSI 2009. A pesquisa dos genes de resistência a beta-lactâmicos foi realizada por meio da PCR. Resultados: Dos 65 isolados de E. coli, 32,30 por cento (21/65) pertenceram ao grupo filogenético A, 61,53 por cento (40/65) pertenceram ao grupo B1, 1,53 por cento (1/65) ao grupo B2 e 4,61 por cento (3/65) ao grupo D. Os resultados do antibiograma revelaram que 26,15 por cento dos isolados foram resistentes a pelo menos um antimicrobiano, mas nenhum gene de resistência foi detectado. Conclusões: Os resultados indicam que o grupo filogenético B1 foi o de maior freqüência entre os isolados de E. coli de diversas origens. Além disso, a resistência observada mostra que bactérias comensais podem representar um preocupação para a Saúde Pública uma vez que podem servir como reservatório de genes de resistência para outros microrganismos potencialmente patogênicos.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.06.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Patrícia Pereira de; MATTÉ, Maria Helena. Determinação do grupo filogenético e pesquisa dos genes de resistência em Escherichia coli provenientes de amostras de alimentos, ambientes e clínicas. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.
    • APA

      Souza, P. P. de, & Matté, M. H. (2012). Determinação do grupo filogenético e pesquisa dos genes de resistência em Escherichia coli provenientes de amostras de alimentos, ambientes e clínicas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Souza PP de, Matté MH. Determinação do grupo filogenético e pesquisa dos genes de resistência em Escherichia coli provenientes de amostras de alimentos, ambientes e clínicas. 2012 ;
    • Vancouver

      Souza PP de, Matté MH. Determinação do grupo filogenético e pesquisa dos genes de resistência em Escherichia coli provenientes de amostras de alimentos, ambientes e clínicas. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021