Exportar registro bibliográfico

Avaliação das características atmosféricas associadas ao desenvolvimento das tempestades na região metropolitana de São Paulo (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SILVA, FLAVIA MATIOLI DA - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: ACA
  • Subjects: PRECIPITAÇÃO ATMOSFÉRICA; TURBULÊNCIA ATMOSFÉRICA
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo caracterizou as condições atmosféricas à ocorrência de tempestades sobre a região metropolitana de São Paulo (RMSP) durante as quatro estações do ano. Para isto, foram utilizados as observações meteológicas da estação meteorológica do IAG/USP, campos de temperatura e vento das reanálises NCEP-II nos níveis de 850 e 200 hPa, as radiossondas do aeroporto do Campo de Marte e os dados do radiômetro da AERONET instalado no Instituto de Física da USP. Neste sentido, foram analisados 3287 dias de janeiro de 2001 a dezembro de 2009, onde 2707 dias não apresentaram a ocorrência de tempestade (ST) e 580 dias tiveram a formação de tempestades (CT). Observou-se que em dias CT a temperatura do ar foi em média de 0,2 a 2,6°C maior, a pressão atmosférica foi em média 0,5 a 2,8 hPa menor, a razão de mistura foi em média 1,17 a 2,36 g/kg maior, a temperatura do bulbo úmido foi em média 1,1 a 2,6°C maior, e finalmente a precipitação foi mais intensa e volumosa, além de ter um máximo no período da tarde, em relação aos dias ST. Em dias CT, o vento foi predominantemente de noroeste pela manhã e de sudeste pela tarde e já em dias ST, o vento foi predominantemente de nordeste durante as manhãs e sudeste durante as tardes. A entrada da brisa marítima na RMSP, ou seja, vento de SE no período da tarde, era mais intensa nos dias ST enquanto que nos dias CT apresentava-se desace-lerada e defasada temporalmente. Em relação aos campo sinóticos observou-se em todas as estações do ano que em dias CT havia a presença de sistemas pré-frontais associado a um escoamento de noroeste no sudeste brasileiro e regiões mais quentes no sudeste e mais frias no sul do Brasil quando comparados com os dias ST. O acoplamento entre baixos e altos níveis indicou que este dipolo de temperatura era invertido e deslocado para o sul, indicando que durante os dias CT havia maior instabilidade baroclínica mais (Continuação)(Continua) evidenciada. Os perfis verticais temperatura do ar indicaram que os dias CT eram de 1°C a 3°C mais quentes na baixa troposfera e até 1,5°C na média e alta atmosfera, exceto no inverno que eram mais frios. Já os perfis de razão de mistura mostraram que nos dias CT havia entre 0,5g/kg a 3,5g/kg a mais de vapor d'água entre a superfície e 500 hPa. Dessa maneira, observam-se temperaturas potenciais equivalentes maiores também nos dias CT. Finalmente a partir das medidas de profundidade óptica do aerossol (AOD) da AERONET foi possível observar que independente da época do ano e dias CT e ST, havia uma dependência espectral com predomínio da moda fina em relação a moda grossa. Sendo que somente durante o inverno e a primavera havia uma diferença estatisticamente significativa na AOD das modas fina e grossa. E através da distribuição de tamanho de aerossóis inferidos pela AERONET, observou-se um predomínio da moda fina, tanto para os dias CT e ST, sendo que nos dias CT as concentrações eram maiores porém estas diferenças não eram estatiscamente significativas.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.12.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SILVA, Flávia Matioli da; RODRIGUEZ, Carlos A. Morales. Avaliação das características atmosféricas associadas ao desenvolvimento das tempestades na região metropolitana de São Paulo. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.
    • APA

      Silva, F. M. da, & Rodriguez, C. A. M. (2012). Avaliação das características atmosféricas associadas ao desenvolvimento das tempestades na região metropolitana de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Silva FM da, Rodriguez CAM. Avaliação das características atmosféricas associadas ao desenvolvimento das tempestades na região metropolitana de São Paulo. 2012 ;
    • Vancouver

      Silva FM da, Rodriguez CAM. Avaliação das características atmosféricas associadas ao desenvolvimento das tempestades na região metropolitana de São Paulo. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021