Exportar registro bibliográfico

Avaliação in vitro e in vivo de efeitos sinérgicos de antibacterianos para o tratamento de infecções por Acinetobacter baumannii multirresistentes produtoras de carbapenemases tipo OXA endêmicas no Brasil (2013)

  • Authors:
  • Autor USP: MEDEIROS, MICHELI - FCF
  • Unidade: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: INFECÇÕES BACTERIANAS GRAM-NEGATIVAS; MICROBIOLOGIA MÉDICA; RESISTÊNCIA MICROBIANA ÀS DROGAS; ANTIBIÓTICOS (RESISTÊNCIA)
  • Language: Português
  • Abstract: As infecções relacionadas à assistência à saúde (IRAS) são um grave problema de saúde pública cujo prognóstico tem sido desfavorecido pela emergência e endemicidade de bactérias multirresistentes (MRs). Neste cenário, seguindo uma tendência mundial, no Brasil, infecções por cepas de Acinetobacter baumannii MRs produtoras de carbapenemases do tipo OXA são atualmente consideradas uma emergência clínica e epidemiológica. Na falta de alternativas terapêuticas efetivas para infecções relacionadas, este trabalho objetivou avaliar efeitos sinérgicos (utilizando checkerboard e time-kill) decorrentes da combinação de 10 antimicrobianos de diferentes classes, contra 8 cepas MRs de A. baumannii, clonalmente não relacionadas, produtoras de carbapenemases do tipo OXA-23, OXA-72, OXA-58 e OXA-143, representativas de diferentes centros hospitalares do Brasil. Como resultado, a combinação amicacina/tigeciclina apresentou atividade sinérgica (S= ΣCIF ≤ 0,5) e parcialmente sinérgica (PS= ΣCIF ;0,5-0,75) contra 4 (50%) cepas produtoras de OXA-143 ou OXA-72, e 2 cepas (25%) produtoras de OXA-23, respectivamente. Por outro lado, a combinação polimixina B/imipenem apresentou atividade S e PS contra 3 (37,5%) isolados OXA-143, OXA-23 ou OXA-72 positivos, e 1 (12,5%) isolado produtor de OXA-58, respectivamente. Já, a combinação amicacina/ampicilina-sulbactam foi S contra 2 (25%) A. baumannii OXA-143 ou OXA-23 positivos, sendo PS contra dois (25%) A. baumannii OXA-58 ou OXA-143/23 positivos. De interesse, foi o efeito S da combinação polimixina B/vancomicina, contra 2 cepas (25%) produtoras de OXA-72 ou OXA-23. Por outro lado, a combinação ampicilina-sulbactam/rifampicina apresentou atividade PS contra 6 (75%) cepas produtoras das variantes OXA-23, OXA-143, OXA-72 ou OXA-58. Da mesma forma, rifampicina combinada com polimixina B foi sinérgica para uma cepa OXA-23 (12,5%) e PS para 5/8 (62,5%)cepas produtoras de OXA-72, OXA-58, OXA-23/-OXA143 ou OXA-143. O efeito sinérgico da combinação polimixina B/imipenem foi confirmado, in vivo, no modelo murino de infecção, tanto por avaliação histopatológica como por redução das UFC/g pulmão ou baço (p≤ 0,05). Finalmente, foi avaliada a atividade, in vitro, do lípide catiônico brometo de dioctadecildimetilamônio (DDA), individualmente e em combinação com tigeciclina. DDA possui efeito bactericida, e potencializou sinergicamente a tigeciclina contra 2 (25%) cepas OXA-143 ou OXA-23 positivas. A atividade do DDA, assim como a atividade da sua combinação com tigeciclina foram efetivas já na segunda hora de interação, como avaliado pelas curvas de morte. Em resumo, o efeito sinérgico decorrente do uso combinado de amicacina, tigeciclina, polimixina B, imipenem, rifampicina ou ampicilina/sulbactam, pode constituir uma alternativa terapêutica para o tratamento de infecções produzidas por cepas de A. baumannii MRs produtoras de oxacilinases, sendo que nanofragmentos catiônicos de bicamada do lipídeo sintético de DDA tem potencial para consolidar um produto de aplicação clínica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.02.2013
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MEDEIROS, Micheli; HUENUMAN, Nilton Erbet Lincopan. Avaliação in vitro e in vivo de efeitos sinérgicos de antibacterianos para o tratamento de infecções por Acinetobacter baumannii multirresistentes produtoras de carbapenemases tipo OXA endêmicas no Brasil. 2013.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-09042013-142547/ >.
    • APA

      Medeiros, M., & Huenuman, N. E. L. (2013). Avaliação in vitro e in vivo de efeitos sinérgicos de antibacterianos para o tratamento de infecções por Acinetobacter baumannii multirresistentes produtoras de carbapenemases tipo OXA endêmicas no Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-09042013-142547/
    • NLM

      Medeiros M, Huenuman NEL. Avaliação in vitro e in vivo de efeitos sinérgicos de antibacterianos para o tratamento de infecções por Acinetobacter baumannii multirresistentes produtoras de carbapenemases tipo OXA endêmicas no Brasil [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-09042013-142547/
    • Vancouver

      Medeiros M, Huenuman NEL. Avaliação in vitro e in vivo de efeitos sinérgicos de antibacterianos para o tratamento de infecções por Acinetobacter baumannii multirresistentes produtoras de carbapenemases tipo OXA endêmicas no Brasil [Internet]. 2013 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-09042013-142547/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021