Exportar registro bibliográfico

Atividade física espontânea, capacidade funcional e qualidade muscular em idosos frágeis e não frágeis (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARNEIRO, JOSÉ AILTON OLIVEIRA - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: IDOSOS; ATIVIDADE FÍSICA; CAPACIDADE FUNCIONAL
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O termo fragilidade tem sido utilizado na prática para classificar, dentre a população de idosos, aqueles que apresentam características clínicas atribuídas ao envelhecimento, associado à existência de comorbidades, como por exemplo, diminuição das reservas energéticas da massa e força muscular, exaustão, alteração da marcha e do equilíbrio, anorexia e perda de peso progressiva. Objetivo: Estudar a atividade física espontânea de idosos não frágeis e frágeis, por actigrafia de nova geração, e verificar sua correlação com a composição corporal, o volume muscular da coxa, a força muscular de membros superior e inferior, a qualidade muscular e a capacidade funcional. Métodos: Estudo de corte transversal exploratório. Participaram do estudo 36 idosos (12 mulheres e 7 homens não frágeis e 10 mulheres e 7 homens frágeis) com idade superior a 65 anos. Foi mensurado o peso corporal, a estatura, as circunferências de cintura, quadril e braço, a função cognitiva (MEEM), a composição corporal (DXA), o volume muscular do quadríceps (RNM), a força de preensão manual (handgrip), a força de membro inferior (cadeira isométrica) e os testes de capacidade funcional: o short physical performance battery (SPPB), o teste de caminhada de 6 minutos (TC6) e o ‘VO IND.2’ pico. Os parâmetros de atividade física espontânea (tempo sedentário, em pé, caminhando, número de transições e de passas e o gasto energético) foram avaliados usando um acelerômetro triaxial (ActivPAL), que foi fixado na região médio-anterior da coxa direita durante 7 dias consecutivos. A qualidade muscular foi calculada dividindo-se a força muscular do membro pela massa muscular do membro correspondente. Resultados: A média de idade, altura, peso e IMC dos grupos foram: idosas não frágeis 72,08 ‘+ou-’ 5,6 anos, 1,51 ‘+ou-’ 0,07 m, 62,44 ‘+ou-’ 12,14 kg e 27,38 ‘+ou-’ 5,20 kg/m^2;idosas frágeis 77,60 ‘+ou-’ 5,7 anos, 1,51 ‘+ou-’ 0,06 m, 72,03 ‘+ou-’ 16,95 kg e 31,15 ‘+ou-’ 5,29 kg/m^2; idosos não frágeis 72,71 ‘+ou-’ 4,8 anos, 1,71 ‘+ou-’ 0,05 m, 75,12 ‘+ou-’ 15,25 kg e 25,50 ‘+ou-’ 5,34 kg/m^2; idosos frágeis 79,14 ‘+ou-’ 6,76 anos, 1,63 ‘+ou-’ 0,03 m, 66,87 ‘+ou-’ l4,00 kg e 25,00 ‘+ou-’ 5,31 kg/m^2. As idosas e os idosos não frágeis apresentaram menor tempo sedentário, ficaram mais tempo em pé e caminharam em média uma hora a medindo que as idosas e os idosos frágeis (p<0,05 e p<0,001), os idosos não frágeis fizeram mais transições do que os idosos frágeis (pc0,05). Em relação ao número de passos/dia e ao gasto energético, as idosas e os idosos não frágeis somaram em média 4 mil passas e gastaram 2 METs/dia a mais em relação as idosas e idosos frágeis (p<0,001). As idosas frágeis apresentaram maior quantidade de massa gorda e percentual de gordura do que as idosas não frágeis (p=0,04 e 0,02), enquanto os idosos não frágeis obtiveram maior quantidade de massa muscular da perna esquerda (p=0,04). Em relação aos testes físicos, as idosas não frágeis apresentaram melhor desempenho na FPM, na FMMI (p<0,01), no TC6, SPPB, ‘VO IND.2’ e na qualidade muscular de membros inferiores (p
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.12.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARNEIRO, José Ailton Oliveira; FERRIOLLI, Eduardo. Atividade física espontânea, capacidade funcional e qualidade muscular em idosos frágeis e não frágeis. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Carneiro, J. A. O., & Ferriolli, E. (2012). Atividade física espontânea, capacidade funcional e qualidade muscular em idosos frágeis e não frágeis. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Carneiro JAO, Ferriolli E. Atividade física espontânea, capacidade funcional e qualidade muscular em idosos frágeis e não frágeis. 2012 ;
    • Vancouver

      Carneiro JAO, Ferriolli E. Atividade física espontânea, capacidade funcional e qualidade muscular em idosos frágeis e não frágeis. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019