Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Resultados da ressecção de hemangiomas infantis nasais em fase proliferativa: abordagem segura para os tumores centrais da face (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FERREIRA, MARCUS CASTRO - FM
  • Unidades: FM
  • DOI: 10.1590/s1983-51752012000200007
  • Subjects: HEMANGIOMA (CIRURGIA); CIRUGIA PLÁSTICA (RESULTADOS); NARIZ (ANATOMIA); CRIANÇAS; NARIZ (CIRURGIA)
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: O hemangioma infantil é o tumor benigno mais comum da infância, predominando na região cervicofacial. É caracterizado por apresentar 3 fases distintas, observando-se frequentemente regressão espontânea dessas lesões. No entanto, sequelas residuais ou deformidades das estruturas anatômicas em crescimento podem ocorrer. A abordagem cirúrgica precoce e definitiva é indicada, em decorrência da localização dos hemangiomas nasais e seu potencial desfigurante, visando à obtenção de bons resultados estéticos e preservação anatômica. O objetivo do presente estudo foi analisar os resultados da abordagem cirúrgica definitiva para hemangiomas proliferativos nasais, com base em uma avaliação objetiva. MÉTODO: No período de 1997 a 2009, 20 pacientes portadores de hemangiomas nasais em fase proliferativa foram submetidos a tratamento cirúrgico. As lesões foram avaliadas segundo local de acometimento e tratamento realizado. Foram analisados índices de complicações e necessidade de procedimentos adicionais. Os resultados estéticos foram avaliados por avaliadores independentes. RESULTADOS: As lesões estavam localizadas na ponta nasal em 50% dos pacientes; no dorso, em 20%; em todas as subunidades, em 15%; nas áreas paranasais, em 10%; e na unidade alar, em 5%. A ressecção foi total em 60% dos pacientes e subtotal em 40%. O período médio de acompanhamento foi de 42,6 meses. A média de procedimentos cirúrgicos por paciente foi de 1,3 ± 0,7. Nenhuma complicação importante foi observada. Os resultados foram positivamente avaliados quanto a redução do volume da lesão e melhora do contorno facial, corroborando a conduta proposta. CONCLUSÕES: No manejo dos hemangiomas nasais, o tratamento cirúrgico definitivo pode ser considerado uma alternativa segura e eficaz, com baixas taxas de complicação
  • Imprenta:
  • Source:
  • Online source accessDOI
    Informações sobre o DOI: 10.1590/s1983-51752012000200007 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GOLDENBERG, Dov Charles; FERNANDES, Thadeu Rezende Rangel; HIRAKI, Patricia Yuko; et al. Resultados da ressecção de hemangiomas infantis nasais em fase proliferativa: abordagem segura para os tumores centrais da face. Revista brasileira de cirurgia plastica, São Paulo, v. 27, n. 2, p. 206-211, 2012. Disponível em: < http://www.rbcp.org.br/detalhe_artigo.asp?id=1070 > DOI: 10.1590/s1983-51752012000200007.
    • APA

      Goldenberg, D. C., Fernandes, T. R. R., Hiraki, P. Y., Smaniotto, P. H. de S., Moura, T. de, & Ferreira, M. C. (2012). Resultados da ressecção de hemangiomas infantis nasais em fase proliferativa: abordagem segura para os tumores centrais da face. Revista brasileira de cirurgia plastica, 27( 2), 206-211. doi:10.1590/s1983-51752012000200007
    • NLM

      Goldenberg DC, Fernandes TRR, Hiraki PY, Smaniotto PH de S, Moura T de, Ferreira MC. Resultados da ressecção de hemangiomas infantis nasais em fase proliferativa: abordagem segura para os tumores centrais da face [Internet]. Revista brasileira de cirurgia plastica. 2012 ; 27( 2): 206-211.Available from: http://www.rbcp.org.br/detalhe_artigo.asp?id=1070
    • Vancouver

      Goldenberg DC, Fernandes TRR, Hiraki PY, Smaniotto PH de S, Moura T de, Ferreira MC. Resultados da ressecção de hemangiomas infantis nasais em fase proliferativa: abordagem segura para os tumores centrais da face [Internet]. Revista brasileira de cirurgia plastica. 2012 ; 27( 2): 206-211.Available from: http://www.rbcp.org.br/detalhe_artigo.asp?id=1070


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020