Exportar registro bibliográfico

Avaliação do transplante de células tronco do epitélio olfatório de ratos em coelhos da raça Nova Zelândia submetidos a trauma medular (2011)

  • Authors:
  • Autor USP: RODRIGUES, MARCIO NOGUEIRA - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: TECIDOS (ANATOMIA); TRAUMATISMOS DO SISTEMA NERVOSO
  • Keywords: Celular terapy; Células-Tronco; Medula; Olfactory; Olfatório; Spinal Cord; Stem Cell; Terapia celular
  • Language: Português
  • Abstract: As células-tronco do epitélio olfatório possuem a capacidade de diferenciação, regeneração de neurônios olfatórios e atuam no processo de mielinização das fibras nervosas. O objetivo desse trabalho foi verificar o potencial terapêutico de células-tronco do epitélio olfatório de ratos Wistar em terapia celular em coelhos submetidos à lesão medular. Foram utilizados ratos com idade de 2 meses e coelhos da raça nova Zelândia obtidos no Biotério do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. Os fragmentos do epitélio olfatório dos ratos foram tratados e colocadas em cultivo em DMEM-F12 suplementado. Foram testadas nos coelhos nova Zelândia 4 tipos de lesão medular, hemisecção dorsal e ventral e secção lateral e total. Foi realizado teste de potencial teratogênico em camundongos NUDE e para terapia foram transplantadas 5x105 células em 4 coelhos submetidos a lesão medular ventral. A morfologia predominante das células em cultivo era fibroblastóide. Os ensaios de curva de crescimento e tendência a formação de colônia demonstraram que as condições de cultivo destas células estavam adequadas. Foi encontrada positividade para Vimentina, Oct-4, GFAP, OMP, Nanog, Citoqueratina-18 e Beta tubulina em imunofluorescência. Em citometria de fluxo foi encontrada negatividade para CD 113, CD 117 e Stro-1 e positividade para Vimentina, Nanog e OMP. Em análise por imunohistoquíca verificou-se marcação positiva para Vimentina, OMP,GFAP e Nanog. Verificou-se marcação positiva no material coletado por retrovírus GFP. Houve melhora clínica nos animais avaliados 21 dias após o transplante de células com retorno de alguns reflexos como o de propriocepção consciente e colocação tátil, o mesmo apresentou ainda reflexo de pedalagem. Conclui-se que o melhor modelo para indução da lesão medular em coelhos é a hemisecção ventral da medula e que as células-tronco olfatórias de ratos Wistar possuem grande potencial terapêutico em animais submetidos à lesão medular
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.07.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Marcio Nogueira; MIGLINO, Maria Angélica. Avaliação do transplante de células tronco do epitélio olfatório de ratos em coelhos da raça Nova Zelândia submetidos a trauma medular. 2011.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-15032012-085251/ >.
    • APA

      Rodrigues, M. N., & Miglino, M. A. (2011). Avaliação do transplante de células tronco do epitélio olfatório de ratos em coelhos da raça Nova Zelândia submetidos a trauma medular. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-15032012-085251/
    • NLM

      Rodrigues MN, Miglino MA. Avaliação do transplante de células tronco do epitélio olfatório de ratos em coelhos da raça Nova Zelândia submetidos a trauma medular [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-15032012-085251/
    • Vancouver

      Rodrigues MN, Miglino MA. Avaliação do transplante de células tronco do epitélio olfatório de ratos em coelhos da raça Nova Zelândia submetidos a trauma medular [Internet]. 2011 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-15032012-085251/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020