Exportar registro bibliográfico

Estudo do relevo e dos solos da bacia do Rio Preto - Espinhaço Meridional - MG (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: BEATO, DANIELA - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLG
  • Subjects: RELEVO; GEOMORFOLOGIA; PEDOLOGIA; BACIA HIDROGRÁFICA; SOLOS (CARTOGRAFIA)
  • Keywords: Análise morfométrica da drenagem; Cartografia morfológica; Cartography morphological; Chapadas; Morphometric analysis of drainage; Pedological systems; Plateaus; Sistemas pedológicos
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho apresenta os resultados do estudo do relevo e dos solos da bacia do Rio Preto, região centro norte do Estado de Minas Gerais, abrangendo parte do município de São Gonçalo do Rio Preto. Também integra, o Parque Estadual do Rio Preto. O Rio Preto,importante afluente do Rio Araçuaí, faz parte da Bacia do Rio Jequitinhonha. A bacia do Rio Preto encontra-se inserida na Serra do Espinhaço Meridional, estrutura decorrente da tectônica compressiva com cavalgamento, no Mezoproterozóico, sobre rochas quartzíticas. A Carta Exploratória de Solos foi elaborada através de descrições de perfis de solo em campo, e da literatura desenvolvida pelos integrantes do projeto de pesquisa, do qual faz parte este trabalho, visando a espacialização das informações. A Carta Morfológica foi construída por meio da restituição de fotografias aéreas nas escalas de 1:40.000 e 1: 60.000. A predominância dos quartzitos faz com que a região apresente uma cobertura rígida, fraturada e cisalhada. Assim, dado o forte controle estrutural nesta região, neste trabalho foram realizadas analises de parâmetros morfométricos: analise morfométrica, analise da rede de drenagem, através de averiguação de padrões de drenagem, anomalias de drenagem, lineamentos de drenagem, parâmetros relacionados a assimetria da rede hidrográfica, densidade de textura de drenagem, com o intuito de verificar a influência tectônica na bacia do Rio Preto, além do já destacado controle estrutural. Portanto, a análise dosparâmetros morfométricos corroborou o forte controle estrutural e tectônico na bacia do Rio Preto. Portanto, a distribuição dos solos e das feições do relevo sofrem grande influência deste controle. Os solos da bacia foram incluídos em três sistemas de solos: Laterítico, Podzolizado e Lito-dependente, apresentam uma distribuição muito particular. No alto curso predominam os solos do sistema podzolizado e alguns litodependentes. No médio e baixo curso dominam os solos pertencentes ao sistema laterítico, com lito-dependentes nas declividades mais acentuadas. As feições do relevo, sofrem grande controle estrutural e tectônico, principalmente no alto curso. No médio e baixo curso dominam as feições de relevo ligadas a erosão e a estrutura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.12.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BEATO, Daniela; FERREIRA, Rosely Pacheco Dias. Estudo do relevo e dos solos da bacia do Rio Preto - Espinhaço Meridional - MG. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-13032013-122449/ >.
    • APA

      Beato, D., & Ferreira, R. P. D. (2012). Estudo do relevo e dos solos da bacia do Rio Preto - Espinhaço Meridional - MG. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-13032013-122449/
    • NLM

      Beato D, Ferreira RPD. Estudo do relevo e dos solos da bacia do Rio Preto - Espinhaço Meridional - MG [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-13032013-122449/
    • Vancouver

      Beato D, Ferreira RPD. Estudo do relevo e dos solos da bacia do Rio Preto - Espinhaço Meridional - MG [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-13032013-122449/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021