Exportar registro bibliográfico

Espessamento primário do sistema caulinar em Poales: morfologia, anatomia e expressão do gene scarecrow (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: ELBL, PAULA MARIA - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIB
  • Subjects: EXPRESSÃO GÊNICA; TECIDOS VEGETAIS; MORFOLOGIA VEGETAL; ANATOMIA VEGETAL
  • Language: Português
  • Abstract: Após o estabelecimento do crescimento axial, promovido pelos meristemas apicais, em monocotiledôneas surge abaixo do meristema apical caulinar, uma região entre o córtex e o cilindro central que promove o crescimento em espessura. Este crescimento é promovido através da adição de tecidos vasculares (centripetamente) e de tecidos parenquimáticos (centrifugamente). Durante muitos anos este espessamento foi denominado e interpretado de diferentes formas, sendo demonstrado como um único meristema denominado de meristema de espessamento primário com atividade bidirecional. Recentemente, pesquisas demonstram que o espessamento primário em caule é promovido pela atividade de dois tecidos, a endoderme e o periciclo, ambos em atividade meristemática. Com o intuito de trazer à tona informações detalhadas sobre estes dois tecidos que compõem esta zona meristemática, assim como o seu funcionamento e origem, o Capítulo I traz informações morfológicas e anatômicas detalhadas do caule de 16 espécies de Tillandsioideae (Bromeliaceae). Os representantes escolhidos para esta análise foram os gêneros Alcantarea, Tillandsia e Vriesea que possuem uma ampla variação morfológica permitindo, assim, comparar entre eles o processo de espessamento do caule. Demostrou-se ser a endoderme e o periciclo os tecidos, que juntos, promovem o espessamento e a manutenção do corpo primário dessas plantas. No entanto, mais evidências que suportem a hipótese que o espessamento primário é realizado por dois tecidossão necessárias. Assim o capítulo II aborda a caracterização do espessamento primário sob a luz da expressão gênica do gene SCARECROW (SCR), gene candidato a ser um marcador da atividade endodérmica, permitindo assim separar e caracterizar molecularmente os tecidos que promovem o espessamento primário. Desta forma, analisou-se a expressão do scr ao longo do desenvolvimento do caule em Zea mays (Poceae), avaliando a possibilidade do gene scr ser um marcador de atividade endodérmica. Com a confirmação, o gene ortólogo ao scr de Vriesea gigantea foi clonado e caracterizado. E finalmente, analisou-se o padrão de expressão de scr em morfotipos diferentes, Vriesea gigantea e Tillandisia usneoides espécies escolhidas durante a análise do capitulo I
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.11.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ELBL, Paula Maria; MENEZES, Nanuza Luiza de; ROSSI, Maria Magdalena. Espessamento primário do sistema caulinar em Poales: morfologia, anatomia e expressão do gene scarecrow. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-23012013-143006/ >.
    • APA

      Elbl, P. M., Menezes, N. L. de, & Rossi, M. M. (2012). Espessamento primário do sistema caulinar em Poales: morfologia, anatomia e expressão do gene scarecrow. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-23012013-143006/
    • NLM

      Elbl PM, Menezes NL de, Rossi MM. Espessamento primário do sistema caulinar em Poales: morfologia, anatomia e expressão do gene scarecrow [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-23012013-143006/
    • Vancouver

      Elbl PM, Menezes NL de, Rossi MM. Espessamento primário do sistema caulinar em Poales: morfologia, anatomia e expressão do gene scarecrow [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41132/tde-23012013-143006/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020