Exportar registro bibliográfico

Microgramma squamulosa (Kaulf.) de la Sota e Pleopeltis hirsutissima (Raddi) de la Sota: estratégias contrastantes de uso da água em um ambiente epifítico (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: BARBOSA, JOYCE MARQUES - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIE
  • Subjects: PLANTAS EPÍFITAS; FOTOSSÍNTESE; FLUORESCÊNCIA; ECOFISIOLOGIA
  • Keywords: Chlorophyll fluorescence; Desiccation tolerance; Drought stress; Epiphytes; Estresse hídrico; Fluorescência da clorofila; Photosynthesis; Tolerância à dessecação
  • Language: Português
  • Abstract: Entre os vegetais existem duas estratégias distintas para superar as condições de estresse hídrico que condicionam a sensibilidade a dessecação (SD) que está associada a mecanismos de evitação e a tolerância a dessecação (TD) que envolve suportar o estresse hídrico diretamente no nível dos tecidos e no nível subcelular. Sabe-se que os custos acoplados aos mecanismos de dessecação e reidratação em espécies TD são elevados, e provavelmente superiores aos de espécies SD. Desta forma, a coexistência de espécies com estas estratégias, como ocorre no ambiente epifítico da Cidade Universitária Armando Sales de Oliveira (CUASO), induzem questões quanto a as vantagens relativas de espécies TD sobre SD. Devido aos altos custos da estratégia TD é possível propor que estas deveriam apresentar um ganho médio de carbono superior a de espécies SD durante o período favorável (com disponibilidade hídrica). Além disso, também é razoável esperar que as distintas formas de uso da água, vinculadas às estratégias, poderiam facilitar o convívio de espécies TD e SD através da segregação de nichos. Com intuito de verificar essas hipóteses, foram realizadas análises relacionadas a estrutura de comunidade de epífitas da CUASO e, a partir destas, a detecção da associação espacial mais freqüente, que resultou composta por Pleopeltis hirsutissima (TD) e Microgramma squamulosa (SD). Estas espécies foram então selecionadas para avaliar parâmetros associados à dinâmica do uso da água, assimilação líquida decarbono, dinâmica da capacidade de uso da luz, estado de hidratação foliar e pigmentos fotossintéticos. Os resultados apontaram que espécies de ambas as estratégias não apresentam sinais de estresse crônico no ambiente estudado. Os dados reforçaram as respostas contrastantes de TD e SD, refletindo as formas distintas de lidar com os recursos e condições do ambiente. Ao contrário do esperado, P. hirsutissima não apresentou uma assimilação de carbono superior a M. squamulosa, indicando que o ganho de carbono não é um dos fatores possíveis na compensação dos custos acoplados a sua estratégia (TD). Porém, os resultados apresentados quanto a dinâmica da capacidade de uso da luz sugerem que a coexistência é facilitada pela segregação de nichos de luz, sendo a espécie TD mais heliófila do que a espécie SD
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.10.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARBOSA, Joyce Marques; MEIRELLES, Sergio Tadeu. Microgramma squamulosa (Kaulf.) de la Sota e Pleopeltis hirsutissima (Raddi) de la Sota: estratégias contrastantes de uso da água em um ambiente epifítico. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41134/tde-21012013-141040/ >.
    • APA

      Barbosa, J. M., & Meirelles, S. T. (2012). Microgramma squamulosa (Kaulf.) de la Sota e Pleopeltis hirsutissima (Raddi) de la Sota: estratégias contrastantes de uso da água em um ambiente epifítico. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41134/tde-21012013-141040/
    • NLM

      Barbosa JM, Meirelles ST. Microgramma squamulosa (Kaulf.) de la Sota e Pleopeltis hirsutissima (Raddi) de la Sota: estratégias contrastantes de uso da água em um ambiente epifítico [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41134/tde-21012013-141040/
    • Vancouver

      Barbosa JM, Meirelles ST. Microgramma squamulosa (Kaulf.) de la Sota e Pleopeltis hirsutissima (Raddi) de la Sota: estratégias contrastantes de uso da água em um ambiente epifítico [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41134/tde-21012013-141040/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021