Exportar registro bibliográfico

Efeito de hormônios e citocinas na expressão da Indoleamina 2,3-dioxigenase e na capacidade proliferativa de células de placenta bovina (2009)

  • Authors:
  • Autor USP: LIMA, ANA RITA DE - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: BOVINOS; HORMÔNIOS (EFEITOS)
  • Keywords: Apoptose; Apoptosis; Bovine placenta; Cell proliferation; Indoleamina 2,3-dioxigenase; Indoleamine 2,3-dioxygenase; Lipidic peroxidation; Peroxidação lipídica; Placenta bovina; Proliferação celular
  • Language: Português
  • Abstract: A Indoleamina 2,3-dioxigenase (IDO) é uma enzima que apresenta um importante papel na prevenção da rejeição fetal. A IDO demonstra efeitos na supressão da ativação de células T por catabolizar o aminoácido essencial Triptofano. Nós estudamos a expressão da IDO em cultura celulares de placenta com a adição individual de Estradiol, Progesterona, Interferon , Triptofano e 1-Metil-Triptofano com o uso de citometria de fluxo, imunocitoquímica e quantificação celular, imunofluorescência, peroxidação lipídica, análise das fases do ciclo celular, imunoblotting e PCR em placentas bovinas nos três trimestres gestacionais. A quantificação celular revelou que em bovinos a atividade da IDO aumenta com o avanço do período gestacional e, sua expressão varia de acordo com os fatores, sendo o mesmo padrão observado pela imunofluorescência. O Imunoblotting mostrou a presença de possíveis isoformas desta proteína na espécie bovina que ainda não foram identificadas. A investigação pela lipoperoxidação revelou que os hormônios modularam diferencialmente a produção de radicais peroxidados nos três terços de gestação e, possivelmente atuam como fatores indutores de proliferação. As células placentárias apresentaram padrões diferenciados de proliferação e apoptose ao longo da gestação, principalmente nos tratamentos com Estradiol e Progesterona, sendo também variantes com outros fatores em todos os grupos. Observou-se que a Progesterona atua na maturação das células placentárias independente daconcentração utilizada. Em todos os grupos uma grande proporção de células apresentava-se em estado de quiescência (G1). No terceiro trimestre foi detectado um aumento no número de células em G2/M, indicando a parada da capacidade proliferativa ou de progressão no ciclo celular ("arrest"). Maior taxa de apoptose foi observada nos animais de segundo trimestre gestacional. Baseados nisso, podemos concluir que a IDO é suscetível ao controle pelos mecanismos testados, o que nos leva a formular hipóteses de implantação de possíveis mecanismos terapêuticos para a reprodução com a participação da IDO
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.09.2009
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Ana Rita de; KFOURY JUNIOR, José Roberto. Efeito de hormônios e citocinas na expressão da Indoleamina 2,3-dioxigenase e na capacidade proliferativa de células de placenta bovina. 2009.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-08122009-164922/ >.
    • APA

      Lima, A. R. de, & Kfoury Junior, J. R. (2009). Efeito de hormônios e citocinas na expressão da Indoleamina 2,3-dioxigenase e na capacidade proliferativa de células de placenta bovina. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-08122009-164922/
    • NLM

      Lima AR de, Kfoury Junior JR. Efeito de hormônios e citocinas na expressão da Indoleamina 2,3-dioxigenase e na capacidade proliferativa de células de placenta bovina [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-08122009-164922/
    • Vancouver

      Lima AR de, Kfoury Junior JR. Efeito de hormônios e citocinas na expressão da Indoleamina 2,3-dioxigenase e na capacidade proliferativa de células de placenta bovina [Internet]. 2009 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-08122009-164922/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021