Exportar registro bibliográfico

Quanto dura o terror?: A narrativa da violência em dois filmes colombianos (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: MATEUS, DIANA PAOLA GóMEZ - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLA
  • Subjects: CINEMA; ANTROPOLOGIA VISUAL; VIOLÊNCIA
  • Keywords: Anthropology of cinema; Antropologia do cinema; Experience; Experiência; Narrativa do terror; Narratives of terror
  • Language: Português
  • Abstract: O foco desta dissertação é a construção narrativa audiovisual da violência. A partir de discussões feitas na antropologia sobre narrativa, mimesis e violência se quer pensar a respeito de formas de narrar a experiência da violência política e o conflito armado colombiano. O objeto que será analisado são filmes colombianos, dois especificamente: La sombra del caminante (Ciro Guerra, 2004) e PVC-1 (Spiros Stathoulopoulos, 2007). Obras audiovisuais que se apropriam da tecnologia digital e fazem uso criativo dos recursos cinematográficos para se colocar diante das imagens sobre violência e discutir temas como a verdade e a memória, o tempo e o medo, o intimo e do cotidiano. São formas fílmicas que instigam uma discussão sobre as narrações que a sociedade colombiana constrói para contar o terror de décadas de violência política e conflito armado onde atores à margem da lei, sociedade civil e governo se encontram e se constroem. O procedimento metodológico empregado nesta dissertação é, em um primeiro momento, o da análise fílmica, um modelo teórico definido no campo dos estudos de cinema, que propõe um estudo do filme nos seus múltiplos componentes e atendendo aos espaços e dinâmicas nas quais este se insere. Deste modo, em um segundo momento, indagarei a propósito das narrativas do terror, sendo o terror ato, espaço e cultura, uma situação que se torna estável pela instabilidade que o caracteriza: a experiência da violência, da perda (de parentes, de um lugar de origem, de umpassado), do deslocamento forçado, da tortura. Esta é uma tentativa de pensar sobre a mediação do cinema para comunicar efetivamente tal experiência de terror, um fenômeno cuja narração se coloca nas margens do dizível. Neste sentido, o cinema articularia o inarticulável e narraria o inenarrável, incorporando experiências do terror na memória coletiva
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.11.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MATEUS, Diana Paola Gómez; HIKIJI, Rose Satiko Gitirana. Quanto dura o terror?: A narrativa da violência em dois filmes colombianos. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-15032013-101938/ >.
    • APA

      Mateus, D. P. G., & Hikiji, R. S. G. (2012). Quanto dura o terror?: A narrativa da violência em dois filmes colombianos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-15032013-101938/
    • NLM

      Mateus DPG, Hikiji RSG. Quanto dura o terror?: A narrativa da violência em dois filmes colombianos [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-15032013-101938/
    • Vancouver

      Mateus DPG, Hikiji RSG. Quanto dura o terror?: A narrativa da violência em dois filmes colombianos [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-15032013-101938/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021