Exportar registro bibliográfico

Avaliação dos níveis de glicose, insulina, cortisol e glucagon em cães com sepse grave submetidos ao tratamento intensivo (2010)

  • Authors:
  • Autor USP: REINOLDES, ADRIANE - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: CÃES (PATOLOGIA); GLICOSE (VETERINÁRIA); HORMÔNIOS (VETERINÁRIA); SEPSE (VETERINÁRIA)
  • Keywords: Cães; Cortisol; Cortisol; Dogs; Glicose; Glucagon; Glucagon; Glucose; Insulin; Insulina; Sepse grave; Severe sepsis
  • Language: Português
  • Abstract: Com o objetivo de analisar a evolução dos níveis de glicose e dos hormônios insulina, glucagon e cortisol de cadelas com piometra e sepse grave durante o tratamento intensivo, foram estudadas 13 cadelas que apresentaram duas alterações na resposta inflamatória sistêmica e no mínimo uma disfunção orgânica. Antes do procedimento cirúrgico foram colhidas amostras para realização de exames laboratoriais e avaliação dos níveis dos hormônios insulina, glucagon e cortisol. Durante o período de internação, os animais foram avaliados diariamente por meio da análise de perfis bioquímicos renal e hepático, hemograma, sódio, potássio, insulina, glucagon e cortisol. O nível de glicose foi avaliado antes do procedimento cirúrgico, a cada 3 h nas primeiras 6 h e a cada 6 h até a alta ou óbito dos pacientes. Após o procedimento cirúrgico, os animais obtiveram a inserção do aparelho de CGMS no subcutâneo, para avaliação da glicose subcutânea. Um grupo controle com nove animais foram submetidos às mesmas dosagens de glicose do grupo sepse. Para a análise estatística da comparação dos valores obtidos para o grupo controle foi utilizado o teste não paramétrico Wilcoxon. Para avaliação da glicose, glucagon, cortisol, insulina, sódio e potássio para o grupo sepse, utilizou-se abordagem de modelos mistos com medidas repetidas. Os animais do grupo sepse apresentaram 7,37±1,66 anos de idade e 23,88±8,5 kg de peso corpóreo. No primeiro dia de internação, 23 % dos animais apresentaram hiperglicemia e estes animais permaneceram maior período de internação quando comparado com os demais animais. Nenhum animal apresentou hipoglicemia; apenas a técnica utilizada com Medsense Optium® apresentou valores superiores quando comparado com os valores de referência. Os animais apresentaram valores elevados de glucagon no primeiro dia quando comparado com o último dia de internação;o mesmo comportamento foi apresentado pelo cortisol e insulina. Como conclusão do estudo os animais com sepse grave apresentaram hiperglicemia e elevação dos hormônios glucagon, cortisol e insulina que tenderam a normalização na alta
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.01.2011
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      REINOLDES, Adriane; CORTOPASSI, Silvia Renata Gaido. Avaliação dos níveis de glicose, insulina, cortisol e glucagon em cães com sepse grave submetidos ao tratamento intensivo. 2010.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-08032012-105913/ >.
    • APA

      Reinoldes, A., & Cortopassi, S. R. G. (2010). Avaliação dos níveis de glicose, insulina, cortisol e glucagon em cães com sepse grave submetidos ao tratamento intensivo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-08032012-105913/
    • NLM

      Reinoldes A, Cortopassi SRG. Avaliação dos níveis de glicose, insulina, cortisol e glucagon em cães com sepse grave submetidos ao tratamento intensivo [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-08032012-105913/
    • Vancouver

      Reinoldes A, Cortopassi SRG. Avaliação dos níveis de glicose, insulina, cortisol e glucagon em cães com sepse grave submetidos ao tratamento intensivo [Internet]. 2010 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-08032012-105913/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020