Exportar registro bibliográfico

Experiência paterna em diferentes configurações familiares e o desenvolvimento do self infantil (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SCAGLIA, ANDRESSA PIN - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: PATERNIDADE; RELAÇÕES FAMILIARES; PSICANÁLISE
  • Language: Português
  • Abstract: A família ocupa um lugar de grande importância no desenvolvimento físico, emocional e é fundamental na compreensão dos distúrbios psicológicos dos filhos. Apesar do grande destaque dado ao papel materno, o pai também possui significativa influência no desenvolvimento de seus filhos. Porém, diante das alterações rápidas e constantes da sociedade contemporânea, observa-se uma diversificação do comportamento paterno, assinalando um processo de redefinição/indefinição de seu papel. Nesse sentido, o objetivo da presente pesquisa foi de compreender o modo como pais ingeridos em diferentes configurações familiares experimentam a função paterna, associando suas vivências ao desenvolvimento do Self de suas filhas. Participaram da pesquisa oito díades pais-filhas, advindas de diferentes arranjos familiares. As crianças são do sexo feminino, primogénitas, com idade entre quatro e sete anos. Tanto no encontro com o pai quanto no da menina, foi realizada uma entrevista semiestruturada mediada por 5 cartões do Teste de Apercepção Temática Infantil - CAT-A (1, 2, 3, 4, 8) empregado de forma compreensiva, com foco na experiência humana intersubjetiva A estratégia metodológica para trabalhar com o acontecer clínico foi a das "Narrativas Psicanalíticas". Efetuou-se, uma interpretação do material obtido no cantata com o pai, outra do cantata com a criança e, por fim, uma síntese da díade, no intuito de relacionar a experiência paterna e o desenvolvimento do Self da menina, de acordo com o referencial psicanalítico winnicottiano. Posteriormente, foi realizada uma síntese comparativa preliminar dos resultados dos pais procedentes das diferentes configurações familiares, visando averiguar suas similaridades e peculiaridades, também uma síntese dos resultados das filhas. A emergência das contribuições indicou que mesmo diante de diferentes arranjos, algumas questões os perpassam. Circunscritospela pluralidade da função paterna presente na contemporaneidade, bem como a coexistência de práticas novas e antigas; os pais, com exceção dos provenientes de arranjos monoparentais paternos, demonstraram que possuem pouca clareza quanto aos limites e possibilidades do exercício de suas funções. Assim, distanciam-se da apropriação das dificuldades que emergem na relação com suas filhas, ao contrário, atribuem-nas a influências externas, como, características da mãe biológica, o excesso de afazeres, a convivência com a família extensa. Desta maneira, parece haver dificuldade na percepção e suprimento das reais necessidades das filhas e estabelecimento de um cantata autêntico. Os pais demonstraram pouca facilidade para proporcionar um ambiente suficientemente bom para suas filhas, principalmente no que se refere ao oferecimento de holding, dificultando a continuidade do self das meninas. As questões apontadas pelas filhas vão ao encontro do que foi exposto por seus pais. A maioria das crianças demonstraram que estão ingeridas em um ambiente pouco acolhedor, possuem relação distanciada com seus pais e não se sentem percebidas de maneira real. Nesse sentido, destaca-se a importância não do arranjo familiar ao qual a díade pertence, mas sim, da posição que a criança e o pai ocupam na família
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.12.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SCAGLIA, Andressa Pin; BARBIERI, Valéria. Experiência paterna em diferentes configurações familiares e o desenvolvimento do self infantil. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Scaglia, A. P., & Barbieri, V. (2012). Experiência paterna em diferentes configurações familiares e o desenvolvimento do self infantil. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Scaglia AP, Barbieri V. Experiência paterna em diferentes configurações familiares e o desenvolvimento do self infantil. 2012 ;
    • Vancouver

      Scaglia AP, Barbieri V. Experiência paterna em diferentes configurações familiares e o desenvolvimento do self infantil. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020