Exportar registro bibliográfico

Exposição de ratas prenhes a diferentes tipos de estressores: efeitos na resposta de hiperresponsividade pulmonar da prole na idade adulta (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: CARMO, MARIA BEATRIZ BARRETO DO - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSE
  • Subjects: ESTRESSE; ANÁLISE DO COMPORTAMENTO; RESPOSTAS (OBSERVAÇÃO)
  • Keywords: Análise Biocomportamental; Biobehavioural analysis; Estresse pré-natal; Hiperresponsividade pulmonar; Prenatal stress; Pulmonary hyperresponsiveness
  • Language: Português
  • Abstract: Estudos experimentais e epidemiológicos tem apontado a relação entre exposição a estressores na fase pré-natal e aumento da vulnerabilidade para uma série de doenças na idade adulta, tanto em animais quanto em humanos. Esse estudo teve como objetivo investigar os efeitos da exposição a diferentes estressores na fase de gestação de ratas sobre a hiperresponsividade pulmonar na prole adulta. Ratas prenhes foram submetidas a um dentre os seguintes tratamentos: (1) choques elétricos (60) de 1,0 mA, ministrados pelo piso, com 10s de duração fixa (Grupo CI); choques elétricos com 10s de duração máxima, podendo ser abreviados pela emissão de uma resposta de fuga (Grupo CC); e exposição aos estímulos com igual duração do grupo anterior porém sem relação com as suas respostas (Grupo ACO); (2) diferentes estímulos moderadamente estressores apresentados no biotério por 11 dias ininterruptos (Chronic Mild Stress - CMS); (3) nenhum tratamento (Grupo NT). Após o nascimento, as proles foram mantidas no biotério em condições usuais de criação. Com aproximadamente três meses de idade, as proles machos foram submetidas à avaliação da mecânica respiratória e responsividade brônquica à metacolina, seguindo-se das análises histológicas habituais. Comparativamente aos animais do Grupo NT, observou-se que, de modo geral, as proles que receberam tratamento pré-natal apresentaram aumento significante nos parâmetros de elastância e resistência pulmonares avaliados, com destaque para os efeitosencontrados nas proles CI. Do mesmo modo, os animais do grupo CI apresentaram diferença significante quanto ao índice de edema pulmonar, presença de fibras colágenas e de células linfomononucleares, tendo sido também encontrada diferença significante para os animais CMS nesta última análise. Em relação à expressão de Isoprostano, células iNOS positivas e Interleucinas, observamos diferenças significantes apenas nas comparações entre os grupos CI e NT e CMS e NT, ou seja, os dois grupos cujos tratamentos podem ser considerados os mais intensos (ainda que com características distintas) foram aqueles que produziram os efeitos mais sistemáticos. Adicionalmente em relação as ILs foram observadas diferenças também entre os grupos CC e ACO, evidenciando que o controle sobre o estresse pode minimizar alguns efeitos relativos a expressão celular. Os resultados sugerem que a exposição a estressores de diferentes naturezas e intensidades durante a fase pré-natal pode contribuir para a hiperresponsividade pulmonar da prole, o que indica que a história de vida do sujeito, mesmo na fase intra-uterina, pode ter consequências a longo prazo. Os dados obtidos sugerem a relação do estresse materno com patologias pulmonares dos filhos (como por exemplo, a asma) além de apontarem para o controle do indivíduo sobre o seu ambiente como fator que pode minimizar os efeitos do estresse. Filosoficamente, esses dados suscitam questões sobre o início da ontogenia e sugerem o entendimento de alteraçoesfisiopatológicas como parte de fenômenos comportamentais, na medida em que são determinados na relação do organismo com o ambiente, o que, em última instância, reforça o princípio filofófico monista
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.10.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARMO, Maria Beatriz Barreto do; HUNZIKER, Maria Helena Leite; TIBÉRIO, Iolanda de Fátima Lopes Calvo. Exposição de ratas prenhes a diferentes tipos de estressores: efeitos na resposta de hiperresponsividade pulmonar da prole na idade adulta. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.
    • APA

      Carmo, M. B. B. do, Hunziker, M. H. L., & Tibério, I. de F. L. C. (2012). Exposição de ratas prenhes a diferentes tipos de estressores: efeitos na resposta de hiperresponsividade pulmonar da prole na idade adulta. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Carmo MBB do, Hunziker MHL, Tibério I de FLC. Exposição de ratas prenhes a diferentes tipos de estressores: efeitos na resposta de hiperresponsividade pulmonar da prole na idade adulta. 2012 ;
    • Vancouver

      Carmo MBB do, Hunziker MHL, Tibério I de FLC. Exposição de ratas prenhes a diferentes tipos de estressores: efeitos na resposta de hiperresponsividade pulmonar da prole na idade adulta. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021