Exportar registro bibliográfico

Estresse e enfrentamento dos familiares de pacientes internados em unidades de terapia intensiva (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: GUERRER, FRANCINE JOMARA LOPES - EE
  • Unidade: EE
  • Sigla do Departamento: ENC
  • Subjects: FAMÍLIA; UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA; ESTRESSE; ADAPTAÇÃO PSICOLÓGICA; ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: A hospitalização de um membro da família pode ser percebida como um estressor, já que o estresse é uma reação particular entre a pessoa e o ambiente, podendo gerar desorganização no núcleo familiar, exigindo adaptação. Com o intuito de minimizar o estresse vivenciado, os indivíduos desenvolvem estratégias para enfrentar o estressor, no caso, a hospitalização de seu familiar. A proposta deste estudo foi levantar o nível de estresse e as estratégias de enfrentamento dos familiares de pacientes internados em unidades de terapia intensiva no primeiro dia, após a realização de cirurgia cardíaca. É um estudo descritivo, exploratório, transversal de campo e de análise quantitativa. A coleta de dados foi realizada em um hospital governamental, de grande porte da cidade de São Paulo, utilizando um instrumento de coleta de dados socieconômico, a escala de estresse percebido (PSS) e o inventário de enfrentamento de Jalowiec. A amostra foi composta por 282 familiares que aceitaram participar da pesquisa, mediante a assinatura do Termo de Consentimento Esclarecido. O perfil demográfico da população do estudo foi: 169 (59,9%) filhos dos pacientes; 191 (67,7%) gênero feminino; 86 (30,5%) com idade entre 31 e 40 anos; 189 (67%) casados; 99 (35,1%) com ensino médio completo; 129 (45,7%) com vínculo empregatício e 105 (38,2%) renda de 1 a 2 salários-mínimos. O nível de estresse de 99 (35,1%) familiares na escala PSS foi considerado baixo. Não houve diferença estatisticamente significante no estudo das variáveis sexo e estado de saúde do paciente visitado. Obteve-se significância estatística em relação à idade; familiares mais idosos utilizam mais estratégias de enfrentamento comparado aos mais jovens e os estilos mais utilizados foram: Confrontivo, Paliativo e Sustentativo; os familiares solteiros utilizam menos estratégias de enfrentamento comparado aos casados, e o estilo Sustentativo foi o mais utilizado.Observou-se também que os familiares casados apresentaram menores níveis de estresse. Os familiares com baixa renda salarial usaram mais estratégias de enfrentamento comparados aos de renda mais elevada. E o estilo mais empregado foi o Otimista. Comparando-se aos de renda mais elevada, os familiares de baixa renda utilizaram mais o estilo Fatalista. Concluiu-se que o nível de estresse do familiar depende de sua característica individual que da situação de saúde do familiar e das estratégias de enfrentamento por ele usadas. Recomenda-se que o enfermeiro tenha papel importante e imprescindível na orientação e acompanhamento desse familiar, para o sucesso e segurança do tratamento do paciente sob seus cuidados.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.09.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUERRER, Francine Jomara Lopes; BIANCHI, Estela Regina Ferraz. Estresse e enfrentamento dos familiares de pacientes internados em unidades de terapia intensiva. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-04112013-145806/ >.
    • APA

      Guerrer, F. J. L., & Bianchi, E. R. F. (2012). Estresse e enfrentamento dos familiares de pacientes internados em unidades de terapia intensiva. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-04112013-145806/
    • NLM

      Guerrer FJL, Bianchi ERF. Estresse e enfrentamento dos familiares de pacientes internados em unidades de terapia intensiva [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-04112013-145806/
    • Vancouver

      Guerrer FJL, Bianchi ERF. Estresse e enfrentamento dos familiares de pacientes internados em unidades de terapia intensiva [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7139/tde-04112013-145806/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020