Exportar registro bibliográfico

Análise dos genes SHH e GLI2 em pacientes com hipopituitarismo e/ou defeitos de linha média cerebral (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: PAULO, SABRINA SOARES - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPP
  • Subjects: HORMÔNIOS HIPOFISÁRIOS (DEFICIÊNCIA); HORMÔNIOS HIPOFISÁRIOS (DEFICIÊNCIA); HORMÔNIOS DA ADENO-HIPÓFISE (DEFICIÊNCIA); GENES (ANÁLISE)
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Os genes Sonic Hedgehog (SHH) e Gli-kruppel family member 2 (GLI2) atuam no desenvolvimento precoce do sistema nervoso central (SNC) e da hipófise. Mutações nos genes SHH ou GLI2 foram encontradas em pacientes com defeito de linha média cerebral (DLMC). No entanto, há poucos estudos avaliando anormalidades nesses genes em pacientes com hipopituitarismo sem DLMC. Objetivos: Avaliar a presença de mutações ou variação no número de cópias nos genes SHH e GLI2, em pacientes com diagnóstico de hipopituitarismo e/ou DLMC atendidos no HCFMRP-USP. Pacientes e Métodos: 115 pacientes com diagnóstico de hipopituitarismo congénito (n=62), displasia septo-óptica (DSO; n=38) ou holoprosencefalia (HPE; n=15) foram avaliados clinico-laboratorialmente e por ressonância nuclear magnética do SNC. Em todos estes pacientes as regiões codificadoras e de transição íntron-éxon dos genes SHH e GLI2 foram amplificadas por PCR e sequenciadas automaticamente. A variação do número de cópias foi avaliada por multiplex ligationdependent probe amplification (MLPA). Resultados: Foi encontrada uma nova mutação no gene SHH (p.Y175X) em um paciente com HPE alobar, defeitos de linha média facial e hipopituitarismo. Nenhuma outra mutação ou variação do número de cópias no gene SHH foi encontrada nos pacientes sem HPE. Entre os pacientes com hipopituitarismo congénito foram observadas duas novas mutações missense no gene GLI2 (p.V183M e p.A1439T). Foi observado ainda a primeira mutação em heterozigose composta p.[A1439T];[L788fsX794] em uma paciente com hipopituitarismo e dente incisivo central único. Em pacientes com DSO foram observadas duas novas mutações missense no gene GLI2 (p.A714T e p.L761F). A mutação p.A714T é o primeiro relato de uma mutação em homozigose e a mutação p.L761F é importante por estar localizada no domínio de acetilação. Não foi identificado variação do número de cópiasno gene GLI2 dos pacientes analisados. Conclusão: Mutações no gene SHH são raras e não foram encontradas em pacientes com hipopituitarismo sem DLMC. Mutações no gene GLI2, incluindo a primeira mutação em homozigose a primeira mutação em heterozigose composta, foram encontradas em pacientes com diferentes espectros fenotípicos, como hipopituitarismo congénito e DSO
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.11.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULO, Sabrina Soares; ANTONINI, Sonir Roberto Rauber. Análise dos genes SHH e GLI2 em pacientes com hipopituitarismo e/ou defeitos de linha média cerebral. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Paulo, S. S., & Antonini, S. R. R. (2012). Análise dos genes SHH e GLI2 em pacientes com hipopituitarismo e/ou defeitos de linha média cerebral. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Paulo SS, Antonini SRR. Análise dos genes SHH e GLI2 em pacientes com hipopituitarismo e/ou defeitos de linha média cerebral. 2012 ;
    • Vancouver

      Paulo SS, Antonini SRR. Análise dos genes SHH e GLI2 em pacientes com hipopituitarismo e/ou defeitos de linha média cerebral. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020