Exportar registro bibliográfico

Análise comparativa do fuso meiótico de oócitos humanos maturados in vivo pela microscopia de polarização e confocal de alto desempenho (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: DIB, LUCIANA AZÔR - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGO
  • Subjects: MICROSCOPIA CONFOCAL (DESEMPENHO); OÓCITOS (CITOLOGIA); OVULAÇÃO (MÉTODOS DE LABORATÓRIO;CONTROLE); INFERTILIDADE FEMININA
  • Language: Português
  • Abstract: analisáveis, 28 apresentaram fuso e distribuição cromossômica anormal e 19 apresentaram normalidade meiótica. Quando comparamos as técnicas MP e MC na avaliação do estágio de maturação nuclear oocitária, observamos que 100% (n = 3) dos oócitos em TI pela MP estavam em TI pela MC e que 95,7% (67/73) dos oócitos em MII pela MP estavam em MII pela MC. A concordância entre os métodos na avaliação do grau de maturação nuclear oocitária foi 95,9% (Kappa: 0,65). Observamos que 72,7% (8/11) dos oócitos em MII com fuso celular não visível à polarização apresentaram anormalidades meióticas à análise confocal e que 55,6% (20/36) dos oócitos em MII com fuso celular visível à polarização apresentaram-se como oócitos anormais à análise confocal. Não observamos diferença significativa entre a percentagem de oócitos com normalidade e anormalidade meiótica entre os com fuso celular visível e não visível a MP e entre os com fuso em posicionamento normal e de risco a MP. Podemos concluir que, tanto a visualização do fuso meiótico, como a localização desta estrutura em posição normal segundo análise pela MP apresentam limitado valor preditivo de normalidade meiótica em oócitos humanos frescos matutados in vivo, o que precisa ser confirmado em estudos com maiores casuísticas. Nossos achados tornam questionável a utilidade desta metodologia como ferramenta para a seleção não invasiva oocitária para os procedimentos de reprodução assistida. Todavia, são necessários estudos com metodologias pertinentes avaliando a adequada relação custo-efetividade da avaliação do fuso pela MP na predição não invasiva da qualidade oocitária e dos resultados da ICSIA qualidade oocitária depende da presença de um fuso celular normal. Sabe-se que para que o oócito maduro esteja preparado para a fertilização, é necessário que o fuso meiótico mantenha a sua integridade e funcionalidade. Metodologias não invasivas destinadas a avaliar a qualidade oocitária, sem comprometer a sua viabilidade e utilização clínica subsequente, tem sido desenvolvidas e incorporadas à prática clínica, entre as quais citamos a microscopia de polarização (MP). Tendo em vista a escassez de dados na literatura sobre a capacidade preditiva da MP na identificação de anomalias meióticas em oócitos humanos, propusemos a realização do presente estudo, cujos objetivos foram comparar a concordância entre as técnicas MP e microscopia confocal (MC) na identificação do grau de maturidade nuclear oocitária e avaliar a percentagem dos oócitos com fuso visível ou não à MP com normalidade e anormalidade meiótica à análise pela MC e de oócitos com fuso celular em posicionamento normal e de risco à MP com normalidade e anormalidade meiótica à MC. Foi realizado um estudo prospectivo com pacientes inférteis submetidas à estimulação ovariana controlada para a realização de injeção intracitoplasmática de espermatozóide (ICSI). Oócitos humanos matutados in vivo com extrusão do primeiro corpúsculo polar (CP) foram avaliados à fresco por meio da técnica de MP e imediatamente após, foram fixados e corados para avaliação dos microtúbulos e cromatina por MC de alto desempenho. Foram analisados 73 oócitos frescos com presença do primeiro CP, oriundos de 23 pacientes. A análise pela MP evidenciou 3 oócitos em telófase I (TI) e 70 oócitos em metáfase II (MII), sendo 54 com o fuso celular visível (77,1%). Dos 73 oócitos analisados pela MC, 6 estavam em TI e 67 em MII (47 foram fixados em visão sagital, sendo considerados analisáveis no presente estudo). Dos 47 oócitos MII
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.12.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DIB, Luciana Azôr; NAVARRO, Paula de Albuquerque Salles. Análise comparativa do fuso meiótico de oócitos humanos maturados in vivo pela microscopia de polarização e confocal de alto desempenho. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Dib, L. A., & Navarro, P. de A. S. (2012). Análise comparativa do fuso meiótico de oócitos humanos maturados in vivo pela microscopia de polarização e confocal de alto desempenho. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Dib LA, Navarro P de AS. Análise comparativa do fuso meiótico de oócitos humanos maturados in vivo pela microscopia de polarização e confocal de alto desempenho. 2012 ;
    • Vancouver

      Dib LA, Navarro P de AS. Análise comparativa do fuso meiótico de oócitos humanos maturados in vivo pela microscopia de polarização e confocal de alto desempenho. 2012 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021