Exportar registro bibliográfico

Estimativa do tipo de lesão em estruturas das coronárias usando nível de deformação em imagens de ultrassom intravascular (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MORAES, MATHEUS CARDOSO - EP
  • Unidades: EP
  • Sigla do Departamento: PTC
  • Subjects: PROCESSAMENTO DE IMAGENS; BIOENGENHARIA
  • Language: Português
  • Abstract: Doenças coronárias causam a morte de milhões de pessoas anualmente. Uma dessas disfunções é a aterosclerose coronariana, acúmulo de placas lipídicas, fibrosas, e calcificadas na parede das coronárias. Esse acúmulo pode causar tromboses, infarto do miocárdio, ou morte cardíaca súbita. Porém, essas lesões apresentam graus distintos de periculosidade e elasticidade. As predominantemente lipídicas são de alto risco e elasticidade, enquanto as calcificadas e as fibrosas são mais estáveis e menos elásticas. O Ultrassom Intravascular (IVUS) é uma das modalidades de referência em diagnósticos e acompanhamento de doenças coronárias. Contudo, a imagem de IVUS pura fornece apenas informações subjetivas sobre vasos e placas; assim, é importante a criação de métodos e técnicas que possam tornar objetiva a análise dessa informação. Devido a isso, e levando em conta a riqueza de informações espaciais e temporais presentes nas imagens de IVUS, esse trabalho apresenta métodos de segmentação, e extração de características de lesões, que possibilitam a quantização de informações espaciais, e a discriminação de placas de baixo e elevado-risco. Consequentemente, fornecendo subsídios para diagnósticos, e procedimentos terapêuticos mais adequados. O método de segmentação combina Wavelet, Otsu, e Morfologia Matemática, para delineamento da parede do vaso. A avaliação do método foi feita usando 1300 imagens de IVUS, resultando em 92, 72% e 91, 9% de verdadeiros positivos, e 10, 7% e 9, 1% de falsos positivos, para o lúmen e borda da média adventícia, respectivamente. Adicionalmente, foi criado um método simples, para caracterização de placas a partir de suas propriedades mecânicas. Esse procedimento se baseia em computar um índice, chamado taxa de variação da área da placa, em imagens adquiridas pré e pós deformação do vaso e placas.Phantoms foram usados para avaliação, os resultados conseguidos com o índice proposto e um amplamente usado foram comparados. Uma correlação chegando à 99%, uma forte concordância usando Análise de Bland Altman, e Histogramas muito similares entre os dois índices, mostraram que o método proposto equivale ao já estabelecido.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.12.2012
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORAES, Matheus Cardoso; FURUIE, Sérgio Shiguemi. Estimativa do tipo de lesão em estruturas das coronárias usando nível de deformação em imagens de ultrassom intravascular. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3142/tde-19072013-151321/pt-br.php >.
    • APA

      Moraes, M. C., & Furuie, S. S. (2012). Estimativa do tipo de lesão em estruturas das coronárias usando nível de deformação em imagens de ultrassom intravascular. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3142/tde-19072013-151321/pt-br.php
    • NLM

      Moraes MC, Furuie SS. Estimativa do tipo de lesão em estruturas das coronárias usando nível de deformação em imagens de ultrassom intravascular [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3142/tde-19072013-151321/pt-br.php
    • Vancouver

      Moraes MC, Furuie SS. Estimativa do tipo de lesão em estruturas das coronárias usando nível de deformação em imagens de ultrassom intravascular [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3142/tde-19072013-151321/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020