Exportar registro bibliográfico

Polimorfismo do HLA-G na transmissão materno-infantil do HIV-1 (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SANCHES, ROBERTA SERON - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: HIV; DOENÇAS TRANSMISSÍVEIS; GRAVIDEZ
  • Keywords: HIV-1; HIV-1; HLA-G; HLA-G; Mother-to-child transmission; Transmissão materno-infantil
  • Language: Português
  • Abstract: A principal via de infecção pelo HIV-1 em crianças é a transmissão materno-infantil (TMI). Estimativas para taxas de TMI do HIV-1 são de 3% entre gestantes sob terapia antirretroviral e de 25 a 30% para as não tratadas. Apesar da exposição viral durante a gestação, a maioria dos recém-nascidos não são verticalmente infectados, o que sugere a existência de barreiras protetoras à TMI do HIV-1. Diversos fatores podem estar associados com a TMI do HIV-1. Polimorfismos genéticos são descritos em associação com a infecção pelo HIV-1, incluindo os dos antígenos leucocitários humanos (HLA). A molécula HLA-G tem sido implicada nas interações imunológicas materno-fetais e é expressa em células da placenta, especificamente nos citotrofoblastos extravilosos, que formam a camada responsável pela interface entre os tecidos fetais e maternos. Este estudo avaliou os polimorfismos de inserção e deleção de 14pb do HLA-G na TMI do HIV-1. Participaram do estudo, 86 duplas de mães e filhos, sendo 58 duplas de mãe-filho em que a TMI do HIV-1 não ocorreu e 28 duplas em que a TMI ocorreu. Os resultados mostraram maior frequência de genótipo deleção/deleção em mães pertencentes ao grupo TMI positiva, sem utilização de antirretrovirais (p=0,05). Foi observada associação significante entre conhecimento prévio da soropositividade, realização de pré-natal, utilização de antirretrovirais na gestação e não amamentação com a prevenção da TMI (p<0,05). Nesse contexto, a enfermagem pode contribuir com ações que envolvem o pré-natal, parto e puerpério, por meio de aconselhamento quanto à realização do teste anti- HIV-1 no pré-natal, utilização adequada de antirretrovirais e promoção de práticas ideais de alimentação infantil. Adicionalmente, o estudo contribui para a ampliação de conhecimentos da enfermagem sobre a temática do HLA-G na TMI,e destaca a importância de que a enfermagem, fundamentada em ciências biológicas, esteja envolvida na produção de conhecimentos e tecnologias, o que reflete na melhoria da prestação do cuidado ao paciente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.12.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANCHES, Roberta Seron; FERNANDES, Ana Paula Morais. Polimorfismo do HLA-G na transmissão materno-infantil do HIV-1. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-16012013-103059/ >.
    • APA

      Sanches, R. S., & Fernandes, A. P. M. (2012). Polimorfismo do HLA-G na transmissão materno-infantil do HIV-1. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-16012013-103059/
    • NLM

      Sanches RS, Fernandes APM. Polimorfismo do HLA-G na transmissão materno-infantil do HIV-1 [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-16012013-103059/
    • Vancouver

      Sanches RS, Fernandes APM. Polimorfismo do HLA-G na transmissão materno-infantil do HIV-1 [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-16012013-103059/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021