Exportar registro bibliográfico

Uma cidade entre presídios: ser agente penitenciário em Itirapina-SP (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SABAINI, RAPHAEL TADEU - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLA
  • Subjects: ANTROPOLOGIA CRIMINAL; PRISÕES; POLÍTICA PENITENCIÁRIA
  • Keywords: Prison system; Sistema prisional
  • Language: Português
  • Abstract: Situado no contexto de incremento das políticas penitenciárias de interiorização de unidades prisionais por todo o estado de São Paulo, este trabalho tem a intenção de analisar o cotidiano e as práticas sociais e profissionais de agentes penitenciários do município de Itirapina, cidade localizada no interior paulista, onde se encontram instaladas duas penitenciárias. Análise parte da ótica de agentes, moradores, comerciantes e demais moradores,para resgatar o modo pelo qual tais políticas de interiorização dos presídios têm afetado a vida no município em questão. Assim como os detentos, os agentes penitenciários têm seu cotidiano ligado à rotina da prisão, criam seu vocabulário e seu modo de agir transitando entre o interior da cadeia e o convívio com demais pessoas na cidade. A dinâmica social recebe grande influência dos valores e das práticas oriundos das penitenciárias construídas na cidade. Portanto, dentro deste contexto, a construção de discursos e valores colocam a profissão de agente penitenciário numa posição de destaque, cercada de privilégios, relativizando o conceito de prestígio, mesmo estando diretamente relacionado com um universo tão estigmatizado como o prisional. Através da observação da rotina desses profissionais e demais pessoas que se relacionam entre si, na intenção de perceber a dinâmica social cotidiana dessas pessoas, este trabalho também realizou entrevistas com agentes, moradores e comerciantes, buscando perceber como o ambiente criado dentro doslimites da prisão ultrapassa suas muralhas até invadir e influenciar a rotina da grande maioria da população local.. Dessa maneira, destaca-se a relevância do agente penitenciário nos mais variados espaços de sociabilidade do município, fazendo deles agentes sociais referenciais no contexto urbano. Esta dissertação volta sua análise para as transformações e consequências engendradas durante esse processo, percebendo o trânsito de agentes penitenciários, sua comunicação do convívio intramuros com o extramuros, ao mesmo tempo em que ambos se coalescem em sua dinâmica social. Percebe-se, portanto, como a cidade e a prisão interligam-se uma à outra, envolvendo todas as pessoas pertencentes a esse contexto
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.09.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SABAINI, Raphael; SCHRITZMEYER, Ana Lúcia Pastore. Uma cidade entre presídios: ser agente penitenciário em Itirapina-SP. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-14012013-135107/ >.
    • APA

      Sabaini, R., & Schritzmeyer, A. L. P. (2012). Uma cidade entre presídios: ser agente penitenciário em Itirapina-SP. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-14012013-135107/
    • NLM

      Sabaini R, Schritzmeyer ALP. Uma cidade entre presídios: ser agente penitenciário em Itirapina-SP [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-14012013-135107/
    • Vancouver

      Sabaini R, Schritzmeyer ALP. Uma cidade entre presídios: ser agente penitenciário em Itirapina-SP [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-14012013-135107/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021