Exportar registro bibliográfico

Expressão imunoistoquímica do antígeno leucocitário humano-E em lesões tumorais tireóideas (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: ZANETTI, BRUNA RIEDO - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RPA
  • Subjects: NEOPLASIAS DA TIREOIDE; IMUNOLOGIA CELULAR; IMUNOHISTOQUÍMICA
  • Language: Português
  • Abstract: Células tumorais variantes utilizam-se de diferentes estratégias para evadirem-se do sistema imunológico, tais como a modificação da expressão das moléculas de HLA de classe I. A HLA-E é uma molécula não clássica do sistema HLA considerada ligante de receptores de células Natural Killers (NK) A interação do HLA-E com receptores inibitórios CD94/NKG2A inativa a potente função lítica das células NK favorecendo as células tumorais. Nos últimos anos, com a disponibilidade de novas ferramentas diagnosticas, a incidência de neoplasias da tireoide cresceu gradativamente em diversos países. As neoplasias de tireoide são os tumores endócrinos mais frequentes na casuística mundial com prevalência em mulheres, porém no sexo masculino predominam as formas mais agressivas. Por apresentarem alta heterogeneidade fenotípica, abordar a interação do sistema imunológico diante das neoplasias tireóideas é uma importante ferramenta para explorar o processo de imunovigilância e imunoedição e, consequentemente, o processo de progressão dos tumores da tireoide. Neste estudo, utilizando a técnica de imunoistoquímica foi verificada a expressão da HLA-E em 122 biópsias de neoplasias tireóideas e 21 biopsias de bócio representando as doenças não neoplásicas Ainda a expressão da HLA-E foi correlacionada com a porcentagem de células NK do microambiente tumoral. Assim, resultados significantes foram observados entre lesões neoplásicas e não neoplásicas, porém não foram encontradas diferenças significantes entre neoplasias benigna (adenoma folicular) e maligna (carcinoma diferenciado). A HLA-E também não mostrou correlação com as células NK do infiltrado linfocitário. Portanto nossos dados sugarem que o aumento da HLA-E pode estar associado com a instalação de neoplasias tireóideas, seja de caráter benigno ou maligno
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.09.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ZANETTI, Bruna Riedo; SOARES, Edson Garcia. Expressão imunoistoquímica do antígeno leucocitário humano-E em lesões tumorais tireóideas. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-02042018-114330/ >.
    • APA

      Zanetti, B. R., & Soares, E. G. (2012). Expressão imunoistoquímica do antígeno leucocitário humano-E em lesões tumorais tireóideas. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-02042018-114330/
    • NLM

      Zanetti BR, Soares EG. Expressão imunoistoquímica do antígeno leucocitário humano-E em lesões tumorais tireóideas [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-02042018-114330/
    • Vancouver

      Zanetti BR, Soares EG. Expressão imunoistoquímica do antígeno leucocitário humano-E em lesões tumorais tireóideas [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17143/tde-02042018-114330/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021