Exportar registro bibliográfico

Alterações da amplitude de pulso ocular e da pressão intraocular relacionadas ao uso de óculos de natação (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated author: PAULA, ANA PAULA BRANCO DE - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Subjects: EXERCÍCIO FÍSICO; NATAÇÃO; ÓCULOS (USO); HIPERTENSÃO OCULAR; TONOMETRIA; GLAUCOMA
  • Language: Português
  • Abstract: As variações da pressão intraocular (PIO) de curto e de longo prazo têm sido consideradas como importantes fatores de risco para o glaucoma. Estudos prévios mostraram que os óculos de natação podem promover a elevação da PIO. O objetivo deste estudo foi investigar os fatores relacionados ao aumento da PIO causado pela compressão periocular resultante do uso de óculos de natação. Trinta e cinco olhos de voluntários saudáveis foram aleatoriamente selecionados para avaliação com dois óculos de natação profissionais. Um deles teve a parte central das lentes retiradas (ON1) para permitir a medição da PIO e da amplitude de pulso ocular (APO) durante o seu uso (com tonômetro de Aplanação de Goldmann - TAG e com o Tonômetro de Contorno Dinâmico Pascal - TCD, respectivamente) e o outro ficou inalterado (ON2). As leituras da TAG e TCD foram realizadas antes do uso do ON1 e do ON2, durante (2,0 minutos de uso - ON1) e 5,0 minutos após (ON1 e ON2). A rigidez escleral (calculada com base nas leituras do tonômetro Schiotz), área de rebordo orbitário, exoftalmometna de Hertel, equivalente esférico, comprimento axial do olho, a espessura central da córnea e força elástica da borracha dos óculos de natação foram consideradas como variáveis potencialmente relacionadas com as alterações da PIO. Os resultados observados demonstraram que o uso dos óculos de natação pode levar ao aumento significativo da PIO avaliada pelo TAG (13,14 vs 20,6 mmHg; p< 0,0001), mas não significativo da APO media avaliada pelo TCD (1,87 vs 2,17 mmHg; p>0,05). Após a sua retirada, houve redução significativa tanto da PIO (9,19 mmHg; p< 0,0001), quanto da APO (1,54 mmHg; p= 0,012). Dentre os fatores anatômicos estudados da região periocular, a área do rebordo orbitário (p= 0,0052) e a força elástica (p= 0,0019) foram os únicos que apresentaram correlação significativa com a elevação da PIOverificada com o TAG. Tais observações sugerem a necessidade de escolha adequada dos modelos de óculos de natação por parte de seus praticantes, assim como podem nortear estudos futuros voltados ao desenvolvimento destes equipamentos de forma personalizada, principalmente para portadores de glaucoma
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.09.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULA, Ana Paula Branco de; RODRIGUES, Maria de Lourdes Veronese. Alterações da amplitude de pulso ocular e da pressão intraocular relacionadas ao uso de óculos de natação. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Paula, A. P. B. de, & Rodrigues, M. de L. V. (2012). Alterações da amplitude de pulso ocular e da pressão intraocular relacionadas ao uso de óculos de natação. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Paula APB de, Rodrigues M de LV. Alterações da amplitude de pulso ocular e da pressão intraocular relacionadas ao uso de óculos de natação. 2012 ;
    • Vancouver

      Paula APB de, Rodrigues M de LV. Alterações da amplitude de pulso ocular e da pressão intraocular relacionadas ao uso de óculos de natação. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022