Exportar registro bibliográfico

Modelo paramétrico regional da corrente do Brasil na Bacia de Campos (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: COSTA, THIAGO PODADERA - IO
  • Unidade: IO
  • Sigla do Departamento: IOF
  • Subjects: CORRENTES MARINHAS; MODELOS NUMÉRICOS DE CIRCULAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Um modelo paramétrico regional tridimensional da Corrente do Brasil (CB) foi construído com o objetivo de investigar se o meandramento frontal da CB domina a variabilidade subinercial na Bacia de Campos. A parametrização da CB normal à costa seguiu a formulação proposta por Schmidt et al. [2007]. Os parâmetros da CB foram estimados a partir dos perfis de velocidade quase-sinóticos durante a amostragem do cruzeiro OCEANO SUDESTE II (OCSEII) da Marinha do Brasil. A frente térmica costeira (FTC), facilmente detectado na superfície do mar por imagens de satélite, é tida como a fronteira costeira do CB com velocidades desprezíveis. A FTC padrão é, então, inferida pelo método do gradiente máximo em uma data escolhida. Com a localização da FTC, várias radiais são projetadas normalmente à frente e os perfis de velocidades da CB são ajustados a estas radiais. O próximo passo é interpolar objetivamente o campo de velocidade para obter uma CB tridimensional. A variabilidade espacial da CB neste mapa é, portanto, unicamente devido à arqueamento da velocidade/ FTC, e os padrões de velocidade são devidos apenas ao meandramento frontal. Estes foram identificados nas séries temporais das FTC e o modelo foi computado para dois eventos separados no inverno de 2007 e comparados com os dados de ADCPs da PETROBRAS montados em quatro plataformas de petróleo. A comparação foi feita usando compósitos semanais e médias para isolar movimentos de mesoescala. Isso mostra que há um acordo muito favorável entre o modelo e as medições de velocidade de mar aberto em ambas as magnitudes e direções. Este assegura que os meandros frontais, ou mais especificamente, o meandro de São Tomé domina a variabilidade subinercial ao longo do talude continental e do platô de São Paulo. A única exceção é para o ADCP montado sobre uma plataforma de petróleo em plataforma continental. (Continua)(continuação) O modelado e as observações in situ discordam e indicam que outros fenômenos, tais como ondas de plataforma, devem ser contabilizados na parte costeira
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.02.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Thiago Podadera; SILVEIRA, Ilson Carlos Almeida da. Modelo paramétrico regional da corrente do Brasil na Bacia de Campos. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.
    • APA

      Costa, T. P., & Silveira, I. C. A. da. (2012). Modelo paramétrico regional da corrente do Brasil na Bacia de Campos. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Costa TP, Silveira ICA da. Modelo paramétrico regional da corrente do Brasil na Bacia de Campos. 2012 ;
    • Vancouver

      Costa TP, Silveira ICA da. Modelo paramétrico regional da corrente do Brasil na Bacia de Campos. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021