Exportar registro bibliográfico

Aplicação do teste das trilhas coloridas em idosos brasileiros com baixa escolaridade (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BALARINI, FERNANDA BELINASSI - FMRP
  • Unidades: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Subjects: TESTES NEUROPSICOLÓGICOS (AVALIAÇÃO); VALIDADE DO TESTE; PRECISÃO DO TESTE; ATENÇÃO; IDOSOS
  • Language: Português
  • Abstract: O Teste das Trilhas Coloridas (TTC) é uma versão do Trail Making Test (TMT) que buscou minimizar a influência da escolaridade e fatores sócio-culturais sobre a avaliação da atenção e seus vários componentes, substituindo as letras do alfabeto por cores. Sabe-se que o processo de envelhecimento natural, assim como quadros patológicos, como as demências, podem acarretar perdas cognitivas que envolvem o funcionamento atencional. Nesse sentido, diante da necessidade de instrumentos de avaliação neuropsicológica para idosos no Brasil, que considerem os baixos níveis educacionais apresentados por essa população, o presente estudo teve como objetivo analisar as qualidades psicométricas do TTC em idosos brasileiros com baixa escolaridade. Participaram dessa investigação 126 idosos, sendo 53 do grupo de Idosos Saudáveis (IS), 46 do grupo de Demência por doença de Alzheimer (DDA) e 27 do grupo de Demência com comprometimento cerebrovascular (DCV). O delineamento metodológico incluiu três procedimentos de análise das propriedades psicométricas do TTC. No primeiro, foi avaliada a fidedignidade de seus escores em 30 participantes do grupo IS (IS-Fid), utilizando-se o método de Teste-Reteste, com intervalo de um mês entre as duas aplicações. No segundo, analisou-se a validade por construto relacionado do TTC em uma sub-amostra de 28 participantes do grupo IS (IS-Vali), cujos resultados desse instrumento foram correlacionados com os resultados do Teste de Atenção Concentrada (AC). Por fim, no terceiro procedimento, após emparelhamento dos participantes dos grupos, de acordo com idade e escolaridade, foi avaliada a validade de critério concorrente do TTC, comparando-se o desempenho de cada um dos grupos (IS-ValiC, DDA e DCV) nesse instrumento. Foram verificadas, também, sua sensibilidade e sua especificidade. Os resultados demonstraram altos índices de estabilidade temporal para as medidas do TT.C entreas duas aplicações do Teste-Reteste (intervalo de um mês) para a sub-amostra analisada. Em relação à validade por construto relacionado, o TTC apresentou coeficientes de correlação significativos com o AC, instrumento que também avalia aspectos da atenção. No que se refere à validade de critério, o TTC demonstrou boa capacidade na discriminação entre os três grupos analisados (ISValiC, DDA e DCV), sendo que o grupo IS-ValiC obteve desempenho significativamente superior ao dos grupos clínicos (DDA e DCV) e o grupo DCV apresentou o pior desempenho dentre os três grupos. Verificou-se que o TTC indicou boa acurácia diagnóstica na diferenciação entre indivíduos com e sem demência, com altos níveis de sensibilidade e especificidade. Conclui-se que o TCC revelou-se um instrumento fidedigno e válido para aplicação em idosos brasileiros com baixa escolaridade e, por ter-se demonstrado um instrumento sensível às perdas atencionais dos grupos clínicos avaliados (DDA e DCV), pode ser utilizado como ferramenta auxiliar na investigação dessas patologias
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.06.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BALARINI, Fernanda Belinassi; SPECIALI, José Geraldo. Aplicação do teste das trilhas coloridas em idosos brasileiros com baixa escolaridade. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Balarini, F. B., & Speciali, J. G. (2012). Aplicação do teste das trilhas coloridas em idosos brasileiros com baixa escolaridade. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Balarini FB, Speciali JG. Aplicação do teste das trilhas coloridas em idosos brasileiros com baixa escolaridade. 2012 ;
    • Vancouver

      Balarini FB, Speciali JG. Aplicação do teste das trilhas coloridas em idosos brasileiros com baixa escolaridade. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019