Exportar registro bibliográfico

Estudo da influência de MicroRNAs na Leucemia Linfóide Aguda (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: OLIVEIRA, JAQUELINE CARVALHO DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RGE
  • Subjects: LEUCEMIA; RNA (ESTUDO;INFLUÊNCIAS)
  • Language: Português
  • Abstract: Recentemente, diferentes estudos têm demonstrado que os microRNAs estão relacionados com a classificação e prognóstico em alguns tipos tumorais, sendo inclusive relatada uma melhor identificação do perfil de expressão desses quando comparados com o perfil de RNAs mensageiros, mostrando o grande potencial da avaliação dos microRNAs no diagnóstico. Na LLA existem ainda poucos estudos sobre o tema, sendo objetivo do presente trabalho, analisar a expressão dos microRNAs: miR-92a, miR-100, miR-125a-5p, miR128a, miR-181b, miR-196b, miR-708 e let-7e em 128 amostras de medula óssea e em 11 medulas de pacientes livres de doenças hematopoiéticas, e correlacionar a expressão diferencial dos mesmos com características clínicas. Também objetivou-se avaliar os efeitos in vitro da inibição ou hiperexpressão dos miRNAs evidenciados na análise de expressão gênica, além do estudo dos alvos preditos para estes. A partir desse trabalho, foi verificado que os microRNAs miR-100, miR-196b e let-7e estão hipoexpressos por outro lado, miR-128a, miR-181b e miR-708 estão hiperexpressos nos pacientes com LLA em relação a amostras de medula óssea normal. A expressão do miR-100 foi associada a contagem de glóbulos brancos ao diagnóstico > 50.000, ausência de t(12;21) e hiperdiploidia; o miR-708 associado aos pacientes com idades entre 12 e 108 meses, contagem de glóbulos brancos ao diagnóstico <50.000, presença de CALLA+ e fenótipo B; por outro lado, o miR-196b foi associado ao fenótipo T. Os miR-128a e miR-181 b foram relacionados a ausência da translocação t(4;11), os miR-125a-5p e let-7e associados a medula M1 no dia 28, sendo ainda a expressão do let-7e associado a ausência de DRM no dia 14. O aumento artificial do miR-100 levou a uma diminuição de proliferação após 120h na linhagem de LLA-B, e a uma diminuição da capacidade clonogênica da linhagem LLA-T. Com relação ao miR-708, o silenciamentoda linhagem B levou à diminuição de proliferação, porém nenhum efeito foi verificado após o aumento de expressão na linhagem T. Como alvos preditos do miR-100 estão as proteínas CDC25A, ST5 e TRIB2, além das vias de sinalização Wnt e MAPK e como pred itos do mi R-708 foram encontradas GONL4, BAG1, DKK3, USP9X e as vias JAK-STAT e MAPK. Frente a complexidade das regulações microRNAs-alvos fica evidente a necessidade adicional de estudos adiconais a fim de corroborarem e aprofundarem esses achados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 10.08.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Jaqueline Carvalho de; TONE, Luiz Gonzaga; ANNICHINI, Maria Sol Brassesco. Estudo da influência de MicroRNAs na Leucemia Linfóide Aguda. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Oliveira, J. C. de, Tone, L. G., & Annichini, M. S. B. (2012). Estudo da influência de MicroRNAs na Leucemia Linfóide Aguda. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Oliveira JC de, Tone LG, Annichini MSB. Estudo da influência de MicroRNAs na Leucemia Linfóide Aguda. 2012 ;
    • Vancouver

      Oliveira JC de, Tone LG, Annichini MSB. Estudo da influência de MicroRNAs na Leucemia Linfóide Aguda. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021