Exportar registro bibliográfico

Avaliação da cicatrização cutânea: fluorescência e estereologia (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GONDIM, ROBERTA MARINHO FALCãO - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MPT
  • Subjects: CICATRIZAÇÃO; ESPECTROSCOPIA; HISTOLOGIA; IMUNOHISTOQUÍMICA
  • Keywords: Camundongos pelados; Espectrometria de fluorescência; Fluorescence spectrometry; Hairless mice; Histology; Immunohistochemistry; Wound healing
  • Language: Português
  • Abstract: Objetivos: Recentemente, a Espectroscopia de Fluorescência (EF) tem sido estudada como método de análise de propriedades da pele de forma nãoinvasiva e em tempo real, utilizada em uma variedade de aplicações, incluindo avaliação e diagnóstico do tecido in vivo. Contudo, na cicatrização da pele, essa técnica não tem sido completamente explorada. Visto que a determinação da idade de uma lesão é um aspecto importante na medicina forense, esse trabalho tem por objetivo testar a aplicabilidade da medida da Intensidade de Fluorescência (IF) após o uso de metil-aminolevulinato (MAL) na estimativa da idade de lesão incisa, através da EF ao longo do tempo e fazer a correlação desta com os achados histológicos. Materiais e Métodos: Foram utilizados camundongos hairless como modelo experimental. Os animais foram divididos em dois grupos: com (+) e sem (-) o uso de MAL antes da EF. Incisões cirúrgicas lineares foram realizadas no dorso de cada animal. Espectros na faixa de 480 e 800 nm foram coletados da lesão e da pele normal adjacente, usando o sistema Ocean Optics, correspondendo a quatro condições: a) IF da lesão após MAL (+/+); b) IF da pele normal após MAL (-/+); c) IF da lesão sem MAL (+/-) e d) IF da pele normal sem MAL (-/-). Após a cirurgia, os animais foram monitorados periodicamente até 3 meses de pós-operatório e eutanaziados em grupos. Fragmentos de pele, contendo todo o ferimento, foram removidos e processados para análise histológica por métodos estereológicos. Vários cortes histológicos foram analisados para avaliar a organização da derme e da epiderme, deposição de colágeno e proliferação celular (imunoistoquímica por PCNA). Resultados: Nas fases iniciais da cicatrização, a EF in vivo mostrou acúmulo preferencial de protoporfirinas na lesão com uso de MAL (+/+), quando comparado à pele normal adjacente (-/+). Contudo, nas fases avançadas, ocorreu o inverso.Houve uma diferença estatisticamente significante neste grupo (+/+) ao longo do tempo (p < 0,0001), o que não aconteceu com os demais ((-/+); (+/-) e (-/-)). O modelo apresentado permitiu a estimativa da idade de lesão incisa no intervalo de dois meses, sendo possível estimar a fase de cicatrização em que esta se encontra. Achados histológicos confirmaram as fases da cicatrização, mostrando correlação com os achados de fluorescência. Conclusão: Os resultados mostraram que a técnica de EF usando MAL é um método promissor na análise dos estágios da cicatrização da pele
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.08.2012
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GONDIM, Roberta Marinho Falcão; MUÑOZ, Daniel Romero. Avaliação da cicatrização cutânea: fluorescência e estereologia. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-29102012-161842/ >.
    • APA

      Gondim, R. M. F., & Muñoz, D. R. (2012). Avaliação da cicatrização cutânea: fluorescência e estereologia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-29102012-161842/
    • NLM

      Gondim RMF, Muñoz DR. Avaliação da cicatrização cutânea: fluorescência e estereologia [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-29102012-161842/
    • Vancouver

      Gondim RMF, Muñoz DR. Avaliação da cicatrização cutânea: fluorescência e estereologia [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-29102012-161842/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020