Exportar registro bibliográfico

Análise da expressão de genes da família Bcl-2 em macrófagos infectados por Mycobacterium tuberculosis uni e multi-drogas resistentes (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, WALKIRIA DE ARAúJO - FCF
  • Unidades: FCF
  • Sigla do Departamento: FBC
  • Subjects: MICROBIOLOGIA MÉDICA; MYCOBACTERIUM TUBERCULOSIS; APOPTOSE
  • Language: Português
  • Abstract: A Tuberculose é uma das doenças infecciosas mais antiga e bem descrita. Entretanto, ainda permanece como um dos principais problemas de saúde pública a ser enfrentado em âmbito global. A implantação de novas estratégias no controle da Tuberculose requer uma melhor compreensão dos mecanismos que sucedem a fagocitose das micobactérias por macrófagos. Após a fagocitose, as micobactérias dão início a um conjunto de ações para sobreviverem e se replicarem no ambiente intracelular, entre as quais a provável interferência no processo de morte celular. Estudos mostram que M. tuberculosis pode apresentar habilidade de interferir no mecanismo de morte celular. Essa habilidade se tornou um desafio a ser estudado devido às implicações que isso deve ter na patogênese da doença. O nosso estudo teve por objetivo analisar a expressão de genes anti-apoptóticos (bcl-2, bcl-x e mcl-1) e pro-apoptóticos (bak, bax e bid) por PCR em tempo Real em macrófagos humanos derivados de células THP-1 após diferenciação induzida por PMA. Além disso, analisar a porcentagem de fragmentação de DNA nesses macrófagos, utilizando a citometria de fluxo, pois a fragmentação internucleossômica do DNA é uma das características apresentadas por células apoptóticas. Para as infecções foram utilizados isolados clínicos de M. tuberculosis com perfil de suscetibilidade a fármacos diferentes e a cepa padrão H37Rv (ATCC). Os dados de expressão foram analisados pela diferença de entre os isolados clínicos sensíveis, resistentes a três dos fármacos utilizados no tratamento da tuberculose humana e a cepa padrão H37Rv, utilizando-se o método de ´2POT.-ΔΔCT´. Para comparar os resultados de expressão gênica, bem como a porcentagem de fragmentação de DNA, nos macrófagos infectados com os diferentes isolados clínicos, foram utilizados análise de variância (ANOVA) e o teste de comparação múltipla de Tukey. Os resultados sugerem, que os isolados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.04.2012
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Walkiria de Araújo; HIRATA, Mario Hiroyuki. Análise da expressão de genes da família Bcl-2 em macrófagos infectados por Mycobacterium tuberculosis uni e multi-drogas resistentes. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-10092012-141753/ >.
    • APA

      Souza, W. de A., & Hirata, M. H. (2012). Análise da expressão de genes da família Bcl-2 em macrófagos infectados por Mycobacterium tuberculosis uni e multi-drogas resistentes. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-10092012-141753/
    • NLM

      Souza W de A, Hirata MH. Análise da expressão de genes da família Bcl-2 em macrófagos infectados por Mycobacterium tuberculosis uni e multi-drogas resistentes [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-10092012-141753/
    • Vancouver

      Souza W de A, Hirata MH. Análise da expressão de genes da família Bcl-2 em macrófagos infectados por Mycobacterium tuberculosis uni e multi-drogas resistentes [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9136/tde-10092012-141753/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020