Exportar registro bibliográfico

Avaliação de manifestações bucais em pacientes pediátricos submetidos ao transplante hepático (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VIVAS, ANA PAULA MOLINA - FO
  • Unidades: FO
  • Sigla do Departamento: ODE
  • Subjects: HEPATITE (TRANSPLANTE); MANIFESTAÇÕES BUCAIS; FÁRMACOS IMUNOSSUPRESSORES; PIGMENTOS (ODONTOLOGIA)
  • Keywords: Drogas imunossupressoras; Efeitos colaterais orais; Pacientes pediátricos; Pigmentação dentária; Transplante hepático
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução. O transplante hepático se tornou a principal opção terapêutica para o tratamento de várias doenças hepáticas. Subsequentemente ao transplante, é necessária a administração de terapia imunossupressora para evitar rejeição ao órgão transplantado. A avaliação odontológica é fundamental para eliminação ou prevenção do surgimento de focos infecciosos. Além disso, faz-se necessário o acompanhamento dos efeitos colaterais em cavidade bucal relacionados ao uso de drogas imunossupressoras. Objetivo. Avaliar as condições odontológicas previamente ao transplante hepático e identificar as alterações bucais apresentadas após o transplante hepático. Pacientes e métodos. Foi realizado estudo retrospectivo de 265 pacientes pediátricos submetidos ao transplante hepático no Hospital A.C. Camargo, São Paulo-SP, entre janeiro de 2002 e dezembro de 2009. As informações clínicas como idade, gênero, diagnóstico da doença hepática, data do transplante, terapia imunossupressora (tipo, dose e duração), tratamento odontológico e a presença de alterações bucais pós-transplante foram coletadas dos prontuários médicos. Análise estatística foi realizada buscando estabelecer informações relevantes quanto aos riscos e possíveis fatores preditivos para o desenvolvimento de manifestações bucais. Resultados. A idade ao transplante hepático variou de 3,5 a 210,7 meses, tendo uma mediana de 15,5 meses. Dos 265 pacientes, 150 pacientes (56,6%) eram do gênero feminino e 165 (62,3%) eram leucodermas.(Continua)(Continuação) Dentre as doenças de base, a atresia de vias biliares foi a mais frequente, acometendo 170 (64,1%) pacientes. Um total de 73 pacientes foi avaliado pelo Departamento de Estomatologia previamente ao transplante, e destes, 34 (46,6%) apresentaram cárie. Quanto à presença de pigmentação dentária por bilirrubina, 172 pacientes foram avaliados e destes, 100 (58,1%) apresentaram pigmentação. Em relação à presença de hipoplasia do esmalte dentário, a alteração foi observada em 56 (34,4%) de 163 pacientes. Interessantemente, dos 100 pacientes com pigmentação dentária por bilirrubina, 97 apresentavam doenças colestáticas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.04.2012
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VIVAS, Ana Paula Molina; ALVES, Fábio de Abreu. Avaliação de manifestações bucais em pacientes pediátricos submetidos ao transplante hepático. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23141/tde-13092012-112810/ >.
    • APA

      Vivas, A. P. M., & Alves, F. de A. (2012). Avaliação de manifestações bucais em pacientes pediátricos submetidos ao transplante hepático. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23141/tde-13092012-112810/
    • NLM

      Vivas APM, Alves F de A. Avaliação de manifestações bucais em pacientes pediátricos submetidos ao transplante hepático [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23141/tde-13092012-112810/
    • Vancouver

      Vivas APM, Alves F de A. Avaliação de manifestações bucais em pacientes pediátricos submetidos ao transplante hepático [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23141/tde-13092012-112810/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020