Exportar registro bibliográfico

Caracterização da matéria orgânica de um ácido fosfórico industrial com vistas a sua remoção por flotação (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: PINI, REYNALDO ARBUE - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PMI
  • Subjects: FLOTAÇÃO; ÁCIDO FOSFÓRICO
  • Language: Português
  • Abstract: Este trabalho aborda a caracterização da matéria orgânica existente num ácido fosfórico de pureza industrial (AFPI), oriundo do Marrocos, objetivando sua remoção através de flotação por ar dissolvido (FAD). O AFPI é um líquido escuro que exibe densidade (2020 kg/m³) e viscosidade dinâmica (1,94 x 10-² Pa.s at 20°C) muito mais alta do que os tipos mais puros de ácido fosfórico, como o grau alimentar e o de pureza analítica. Por outro lado, o AFPI apresenta tensão superficial mais baixa que o ácido de grau alimentício (55,2 mN/m versus 63,7 mN/m a 25°C), indicando a presença de espécies surfactantes dissolvidas (ácidos carboxílicos de cadeia aromática). O teor de 447ppm de carbono orgânico total (TOC) evidencia a alta contaminação do AFPI marroquino por matéria orgânica, que pode ocorrer dissolvida (ácidos carboxílicos aromáticos) ou na forma de minúsculas placas que exibem diâmetro (média aritmética ponderada) de 4µm. Ensaios FAD foram executados usando ar pressurizado a 3,5kgf/cm², que após alívio de pressão, produziu uma população de bolhas com diâmetro de 2,41 x 10'POT'-5m (média aritmética ponderada) e altíssimo desvio padrão (2,94 x10'POT'-5m). A medida do diâmetro de bolhas (db), através de difração de laser, somente foi factível com mistura contendo 40% de ácido fosfórico grau alimentar e 60% de água. Devido a isto, os valores reais de db nos ensaios FAD podem diferir os valores medidos. Ensaios DAF foram executados sob diferentes tempos de flotação (15-60 minutos), todavia a mais alta remoção de TOC (somente de 17,7%) foi obtida com 45 minutos de flotação.A remoção muito baixa de TOC (e também de As, Mg e sulfato) gerada pelos ensaios FAD pode ser explicada pela baixa eficiência de colisão (EC) exibida por minúsculas placas (partículas orgânicas suspensas no AFPI) que precisam colidir com bolhas de ar muito maiores para que possam aderir às mesmas, flutuar e serem removidas do AFPI. Esta possibilidade foi corroborada por um valor de EC da ordem de 0,04 (EC~0,04), que foi determinada pelo modelo de Yoon-Luttrell.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.06.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINI, Reynaldo Arbue; LEAL FILHO, Laurindo de Salles. Caracterização da matéria orgânica de um ácido fosfórico industrial com vistas a sua remoção por flotação. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3134/tde-18062013-152020/pt-br.php >.
    • APA

      Pini, R. A., & Leal Filho, L. de S. (2012). Caracterização da matéria orgânica de um ácido fosfórico industrial com vistas a sua remoção por flotação. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3134/tde-18062013-152020/pt-br.php
    • NLM

      Pini RA, Leal Filho L de S. Caracterização da matéria orgânica de um ácido fosfórico industrial com vistas a sua remoção por flotação [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3134/tde-18062013-152020/pt-br.php
    • Vancouver

      Pini RA, Leal Filho L de S. Caracterização da matéria orgânica de um ácido fosfórico industrial com vistas a sua remoção por flotação [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3134/tde-18062013-152020/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021