Exportar registro bibliográfico

Fixação biológica de N2 e diversidade de bactérias diazotroficas numa Floresta de Restinga (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: BERDUGO, SILVIA EUGENIA BARRERA - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LSO
  • Subjects: BACTÉRIAS FIXADORAS DE NITROGÊNIO; CASCAS (PLANTA); ECOLOGIA MICROBIANA; RIZOSFERA
  • Keywords: Filosfera; Mata Atlântica
  • Language: Português
  • Abstract: Diazotróficos de vida-livre podem ser encontradas associadas à filosfera, dermosfera e rizosfera das espécies vegetais. Alguns dados sugerem que a fixação biológica de N2 (FBN) por bactérias assimbióticas representa uma entrada importante de nitrogênio nos ecossistemas tropicais, variando com as espécies vegetais e nas diferentes partes da planta. O presente trabalho teve como objetivos estimar a quantidade de N2 fixado de forma assimbiótica na filosfera, dermosfera e rizosfera sobre a copa das espécies vegetais Guapira oposita e Euterpe edulis, e avaliar a diversidade das bactérias assimbióticas, através da análise do gene rRNA 16S, em uma Restinga ,em Ubatuba, SP. O estudo foi realizado no Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Picinguaba, em épocas de baixa e alta pluviosidade. A atividade da nitrogenase foi determinada pela técnica de redução do acetileno e as concentrações de etileno foram determinadas por cromatografia gasosa. A diversidade de bactérias que habitam filosfera, dermosfera e solo foi acessada por pirosequenciamento da região V4 do gene rRNA 16S. A maior fixação de N foi observada na dermosfera de E. edulis nas duas épocas de coleta (175,1± 53,4 ng cm-2 h-1; 97,2 ± 21 ng cm-2 h-1), as taxas de fixação de N mais baixas foram observadas no solo. Na época de alta pluviosidade, a FBN na filosfera de G. oposita (52,0 ± 12 ng cm-2 h-1) foi significativamente maior do que a filosfera de E. edulis (3,6 ± 06 ng cm-2. h-1) e do que no mesmo compartimento mas emdiferentes épocas de coleta (7,5 ± 1,3 ng cm-2 h-1). O valor do 15N foi maior no solo onde a fixação de N foi mais baixa. Na filosfera e na dermosfera, a relação C/N foi mais baixa quando a FBN foi mais alta. A FBN no solo e serrapilheira de restinga apresentou grande variação espacial, com locais de alta atividade. As 188629 sequências obtidas foram agrupadas em 16727 Unidades Taxonômicas Operacionais (UTOs), distribuídos em 35 filos. Os principais filos detectados foram Proteobacteria (38%) e Acidobacteria (12%). As classes Alphaproteobacteria e Gammaproteobacteria foram as mais abundantes nos três compartimentos. Potenciais fixadores de N foram detectados nas classes Alpha Beta e Gammaproteobacteria. A abundância de cianobacterias fixadoras de N na filosfera e na dermosfera foi baixa, indicando que outros diazotróficos também colonizam esses ambientes e contribuem com a FBN
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.06.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BERDUGO, Silvia Eugenia Barrera; LAMBAIS, Marcio Rodrigues. Fixação biológica de N2 e diversidade de bactérias diazotroficas numa Floresta de Restinga. 2012.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-20092012-101012/ >.
    • APA

      Berdugo, S. E. B., & Lambais, M. R. (2012). Fixação biológica de N2 e diversidade de bactérias diazotroficas numa Floresta de Restinga. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-20092012-101012/
    • NLM

      Berdugo SEB, Lambais MR. Fixação biológica de N2 e diversidade de bactérias diazotroficas numa Floresta de Restinga [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-20092012-101012/
    • Vancouver

      Berdugo SEB, Lambais MR. Fixação biológica de N2 e diversidade de bactérias diazotroficas numa Floresta de Restinga [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11140/tde-20092012-101012/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021