Exportar registro bibliográfico

Resposta celular e molecular do tecido conjuntivo de camundongos e medicações intracanal (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: PEREIRA, MARISTELA SOARES SWERTS - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 807
  • Subjects: TECIDO CONJUNTIVO (RESULTADOS); HIDRÓXIDO DE CÁLCIO; CLOREXIDINA; MEDICAÇÃO ENDODÔNTICA INTRACANAL
  • Keywords: biocompatibility; calcium hydroxide; chlorhexidine; clorexidina; compatibilidade biológica; pasta triantibiótica; RT-qPCR; RT-qPCR; triantibiotic paste
  • Language: Português
  • Abstract: Substâncias contendo clorexidina (CHX) ou associação de antibióticos têm sido pesquisadas como medicações intracanal. Os objetivos do presente estudo foram: Capítulo 1- Caracterizar a resposta do tecido conjuntivo subcutâneo de camundongos à pasta triantibiótica (Trimix), por microscopia óptica convencional e por RT-PCR em tempo real; e Capítulo 2 - Comparar a resposta do tecido conjuntivo subcutâneo de camundongos a medicações intracanal contendo CHX por microscopia óptica convencional. No Capítulo 1, a resposta do tecido conjuntivo subcutâneo de camundongos foi avaliada por meio da implantação de tubos de polietilieno vazios ou contendo uma das substâncias avaliadas: Trimix ou Calen. Como controle adicional, foram utilizados animais que não receberam a implantação dos tubos. Para a avaliação histopatológica, decorridos os períodos experimentais de 7, 21 e 63 dias, os implantes (n=10) contendo Trimix ou Calen foram removidos juntamente com o tecido conjuntivo subcutâneo e a pele adjacente e submetidos ao processamento histotécnico, sendo os cortes corados pelo método de hematoxilina e eosina e picrosírius vermelho. Foram efetuadas análises qualitativa, determinando os parâmetros de resposta biológica e quantitativa, onde foram avaliados o número de células inflamatórias e de vasos, a área e a densidade vascular, além do percentual relativo de colágeno. As reações de RT-PCR em tempo real foram realizadas nos grupos tubo vazio, pasta Calen, Trimix e controle adicional nos períodos experimentais de 7 e 21 dias. Foi realizada a detecção e quantificação das citocinas pró-inflamatórias (IL-1β, TNF-α e IL- 17) e anti-inflamatória (TGF-β), fator crescimento endotelial vascular (VEGF), fator induzido por hipóxia (HIF-1α), metaloproteinases (MMP-2 e -9) e inibidores de metaloproteinases (TIMP-1 e - 2). Os resultados foram comparados empregandoteste t de Student e ANOVA, seguida do pósteste de Tukey. No Capítulo 2, foi efetuada a comparação da resposta do tecido conjuntivo subcutâneo de camundongos às pastas Calen+CHX a 0,5%, Calen+CHX a 2,0%, ao gel de CHX a 2,0% e à pasta Calen (controle) utilizando metodologia semelhante à empregada para avaliação histopatológica no Capítulo 1. Os resultados obtidos foram analisados por meio da ANOVA, seguida do pós-teste de Tukey. O nível de significancia adotado em todas as análises estatísticas foi de 5%. Com base nos resultados obtidos, pôde-se concluir que: 1) A resposta do tecido conjuntivo subcutâneo de camundongos à pasta Trimix caracterizou-se por reação inflamatória aguda persistente e ausência de reparo no período estudado de 63 dias, o que foi suportado pela maior expressão gênica dos biomarcadores relacionados à resposta inflamatória e angiogênica, comparado à pasta Calen; 2) Quando comparadas as medicações contendo CHX, os resultados evidenciaram que a Calen+CHX a 0,5% exibiu resposta tecidual reparativa, em contraste com a Calen+CHX a 2,0% e o gel de CHX a 2,0% que propiciaram resposta inflamatória persistente, apontando para agressividade destes materiais. Considerando a Calen+CHX a 2,0% e o gel de CHX a 2,0%, este apresentou resposta inflamatória de maior intensidade. Desse modo, o presente estudo fornece indícios que as pastas Trimix, Calen+CHX a 2,0% e o gel de CHX a 2,0% não deveriam ser empregadas como medicação intracanal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.03.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREIRA, Maristela Soares Swerts; ROSSI, Marcos Antonio; SILVA, Lea Assed Bezerra da. Resposta celular e molecular do tecido conjuntivo de camundongos e medicações intracanal. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-22052012-134952/ >.
    • APA

      Pereira, M. S. S., Rossi, M. A., & Silva, L. A. B. da. (2012). Resposta celular e molecular do tecido conjuntivo de camundongos e medicações intracanal. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-22052012-134952/
    • NLM

      Pereira MSS, Rossi MA, Silva LAB da. Resposta celular e molecular do tecido conjuntivo de camundongos e medicações intracanal [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-22052012-134952/
    • Vancouver

      Pereira MSS, Rossi MA, Silva LAB da. Resposta celular e molecular do tecido conjuntivo de camundongos e medicações intracanal [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-22052012-134952/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021