Exportar registro bibliográfico

Aspectos sincrônicos e diacrônicos do sufixo -ístico(a) no português e no galego (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GARCIA, NILSA AREAN - FFLCH
  • Unidades: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLC
  • Subjects: LINGUÍSTICA HISTÓRICA; MORFOLOGIA (LINGUÍSTICA); DERIVAÇÃO SUFIXAL
  • Keywords: Historical morphology; Morfologia histórica; Suffix -ístico(a); Suffixation; Sufixação; Sufixo -ístico(a)
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho, resultado das pesquisas do GMHP, Grupo de Mofologia Histórica do Português, procura estudar os aspectos sincrônicos e diacrônicos do sufixo -ístico(a), bem como as relações existentes com o seu desdobramento -ística e com os sufixos -ismo e -ista, no português e no galego, para justificar, então, sua mudança morfológica de atuação deverbal para denominal, bem como as suas demais mudanças semânticas e as línguas responsáveis pela sua disseminação. Para tanto, utilizando-se a metodologia desenvolvida pelo grupo, e com corpora lexicográfico, historiográfico, ademais de literário e jornalístico, procura-se inicialmente por meio da elaboração de uma prospecção geral, estabelecer o período de início de atuação do sufixo além de verificar como é entendido pelas obras lingüísticas atuais nas duas línguas em estudo. Em seguida, estuda-se a sua gênese greco-latina e, posteriormente, sua atuação em outras línguas, como também suas relações sintagmáticas e paradigmáticas com os demais sufixos envolvidos, para se estabelecer uma evolução ao longo dos séculos, por meio da elaboração de classificações semântico-funcionais de cada período estudado, bem como avaliar a importância das línguas de cultura e dos processos de tradução na disseminação dos sufixos em questão. Nesse sentido, com a construção do glossário de datações e abonações de palavras formadas com o sufixo -ística, desdobramento de -ístico(a), pode-se verificar a grande importância da língua alemã, emdetrimento da francesa, na veiculação do sufixo. Finalmente, com a análise da produtividade de -ístico(a) no português, mostra-se que um sufixo não é apenas provido de significado semântico e funcional, mas também é constituído vários outros matizes, dentre eles os que caracterizam o gênero textual em que atua
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.02.2012
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GARCIA, Nilsa Arean; VIARO, Mario Eduardo. Aspectos sincrônicos e diacrônicos do sufixo -ístico(a) no português e no galego. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29082012-103453/ >.
    • APA

      Garcia, N. A., & Viaro, M. E. (2012). Aspectos sincrônicos e diacrônicos do sufixo -ístico(a) no português e no galego. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29082012-103453/
    • NLM

      Garcia NA, Viaro ME. Aspectos sincrônicos e diacrônicos do sufixo -ístico(a) no português e no galego [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29082012-103453/
    • Vancouver

      Garcia NA, Viaro ME. Aspectos sincrônicos e diacrônicos do sufixo -ístico(a) no português e no galego [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29082012-103453/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020