Exportar registro bibliográfico

Avaliação de modelos de simulação de cargas difusas em bacias urbanas (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: APRIGIO, PATRIK DE OLIVEIRA - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Subjects: BACIA HIDROGRÁFICA; POLUIÇÃO DIFUSA; ESCOAMENTO SUPERFICIAL
  • Language: Português
  • Abstract: Diante do agravo da condição das águas, tanto em qualidade e quantidade, há urgência de se controlar não somente a poluição hídrica pontual, mas também a de origem difusa, que é aquela distribuída ao longo da superfície do solo por inúmeros agentes poluidores, e que afluem aos corpos d'água, preferencialmente, por ocasião dos eventos de precipitação. Esse trabalho teve como objetivo proceder à simulação da poluição difusa hídrica gerada na bacia do Córrego do Mineirinho, São Carlos - SP, por meio de dois modelos hidrológicos: SWMM (Storm Water Management Model) e L-THIA (Long Term Hydrologic Impact Assessment), que foram comparados quanto ao volume de escoamento e produção de cargas anuais de poluição difusa. Foram exploradas as vantagens e desvantagens encontradas na aplicação de cada modelo, em três cenários de uso e ocupação do solo - de base, atual e futuro. O mapa de uso e ocupação foi construído por meio de identificação visual de imagem digital de satélite e vetorização manual das feições. Pode-se dizer que, em relação às estimativas de escoamento superficial e das cargas difusas, ambos os modelos perceberam alteração drástica de volume entre o cenário de base e o atual, enquanto que, entre este cenário e o futuro, também houve aumento, mas não da monta do que ocorreu entre os cenários anteriores. De maneira geral, o SWMM sobrestimou os resultados do L-THIA, exceto para o cenário de base. Os modelos produziram variações distintas nas respostas, sendo que, pelo SWMM, os impactos no volume de escoamento e na produção cargas devidos à mudança do uso do solo foram mais elevados. Fica evidente a necessidade de dados observados se para efetuar uma calibração dos modelos visando a uma maior correspondência entre os resultados modelados e a realidade da bacia. Conforme os resultados obtidos,para modelagem em bacias desprovidas de dados observados e para fins de planejamento e estimativas preliminares, recomenda-se optar pelo modelo L-THIA, por ser mais simples e por requerer menos dados de entrada, já que a maior quantidade de parâmetros exigidos por modelos mais complexos, que devem ser objeto de calibração, pode levar a maiores incertezas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.06.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      APRÍGIO, Patrik de Oliveira; BRANDÃO, João Luiz Boccia. Avaliação de modelos de simulação de cargas difusas em bacias urbanas. 2012.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-17102012-150047/pt-br.php >.
    • APA

      Aprígio, P. de O., & Brandão, J. L. B. (2012). Avaliação de modelos de simulação de cargas difusas em bacias urbanas. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-17102012-150047/pt-br.php
    • NLM

      Aprígio P de O, Brandão JLB. Avaliação de modelos de simulação de cargas difusas em bacias urbanas [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-17102012-150047/pt-br.php
    • Vancouver

      Aprígio P de O, Brandão JLB. Avaliação de modelos de simulação de cargas difusas em bacias urbanas [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18138/tde-17102012-150047/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021