Exportar registro bibliográfico

Conexões léxico-culturais sobre as minas goianas setecentistas no Livro para servir no registro do caminho novo de Parati  (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: XAVIER, VANESSA REGINA DUARTE - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLC
  • Subjects: MANUSCRITOS; LÉXICO; SEMÂNTICA
  • Keywords: Campos lexicais; Edição semidiplomática; Lexical fields; Relações semânticas; Semantic relations; Semi-diplomatic edition
  • Language: Português
  • Abstract: Esta tese tem como propósito ratificar que o estudo lexical de manuscritos pertencentes ao códice intitulado Livro para servir no registro do caminho novo de Parati Thomé Ignácio da Costa Mascarenhas (1724-1762) muito revela a respeito da formação sociocultural da então recém-criada Capitania de Goiás, durante o ciclo do ouro. Para tanto, realizou-se a edição semidiplomática de noventa e dois documentos escritos de 1751 a 1753 em Vila Boa de Goiás, uma vez que estes abordam aspectos variados da administração, economia, política, religião, cultura, assim como da estrutura jurídica e militar local. Conferiu-se rigor à aplicação dos critérios de edição, com vistas a assegurar a sua fidedignidade e, consequentemente, de toda a pesquisa. Foram inventariados os substantivos, adjetivos e verbos para a elaboração de um Índice de Frequência e de Ocorrências dos Itens Lexicais, à luz do produzido por Ferreira et al. (2005), a fim de se obter o vocabulário empregado no corpus e de mapear os principais assuntos abordados, correlacionando-os com a frequência de uso das lexias. Procedeu-se, então, à estruturação e análise dos campos lexicais mais representativos das temáticas do corpus, com base em aspectos histórico-sociais da Capitania goiana, tendo em vista que o léxico é o nível da língua que mais se conecta ao universo extralinguístico (BIDERMAN, 1981; SAPIR, 1961). A composição dos campos lexicais baseou-se nos princípios da semântica estrutural, especificamente em teóricos comoCoseriu (1977), Geckeler (1976) e Vilela (1979), levando em conta as relações semânticas entre os itens lexicais e os arquilexemas dos campos, mais especificamente, a sinonímia, a antonímia, a meronímia e a hiponímia, identificando-se também os casos de homonímia e de polissemia. Os resultados dessa pesquisa apontam que o estudo dos campos lexicais a partir das associações semânticas entre seus membros não pode prescindir da consideração do universo discursivo, bem como do contexto sociocultural no qual se fundamentam, haja vista que os significados resultam do processamento cognitivo das experiências físicas, biológicas e sociais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.05.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      XAVIER, Vanessa Regina Duarte; ALMEIDA, Manoel Mourivaldo Santiago. Conexões léxico-culturais sobre as minas goianas setecentistas no Livro para servir no registro do caminho novo de Parati . 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29082012-100504/ >.
    • APA

      Xavier, V. R. D., & Almeida, M. M. S. (2012). Conexões léxico-culturais sobre as minas goianas setecentistas no Livro para servir no registro do caminho novo de Parati . Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29082012-100504/
    • NLM

      Xavier VRD, Almeida MMS. Conexões léxico-culturais sobre as minas goianas setecentistas no Livro para servir no registro do caminho novo de Parati  [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29082012-100504/
    • Vancouver

      Xavier VRD, Almeida MMS. Conexões léxico-culturais sobre as minas goianas setecentistas no Livro para servir no registro do caminho novo de Parati  [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-29082012-100504/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021