Exportar registro bibliográfico

Peptidases e lipases produzidas pelo fungo Fusarium oxysporum: caracterização e microencapsulação por spray drying (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, TAMARA ANGELO DE OLIVEIRA - FCFRP
  • Unidade: FCFRP
  • Sigla do Departamento: S/D
  • Subjects: BIOTECNOLOGIA; ENZIMOLOGIA; CÁPSULAS; FORMAS FARMACÊUTICAS
  • Language: Português
  • Abstract: Duas variações de resíduo agroindustrial foram analisadas como meio de cultura para o bioprocesso de fermentação semissólida pelo fungo Fusarium oxysporum, com o objetivo de obter a melhor produção de peptidases e lipases. Essas enzimas foram microencapsuladas por spray drying, visando garantir sua estabilidade e investigar outros prováveis beneficias obtidas pela técnica. A utilização de planejamento experimental permitiu analisar os efeitos e interações entre as variáveis operacionais do processo (temperatura de secagem, proporção de adjuvantes e relação entre adjuvantes). A caracterização bioquímica e fisico-química do extrato enzimático e das micropartículas também foram estudadas. O emprego de farelo de trigo como substrato demonstrou maior produção enzimática que o uso de farelo de algodão. A fermentação produziu uma serinopeptidase e uma lipase, ambas com característica alcalina, com alta estabilidade em ampla faixa de pH e certa estabilidade em diferentes temperaturas. Para ambas as enzimas, observou-se modulação positiva da atividade frente à maioria dos ions estudados e forte inibição pelo surfactante SDS, enquanto a lipase demonstrou superatividade frente a CTAB. A caracterização enzimática permite sugerir a aplicação dessas enzimas na formulação de detergentes enzimáticos, indústria de couro, indústria de papel, agroquímicos, síntese de biopolímiros e biodisel. No processo de microencapsulação, a temperatura foi a variável operacional mais importante para a estabilidade, enquanto a quantidade de adjuvantes em relação à quantidade de extrato enzimático influenciou nas condições de manipulação. O estudo demonstrou que a técnica de microencapsulação por spray drying resultou em grande beneficio no armazenamento das enzimas, por aumentar consideravelmente sua estabilidade e melhorar as propriedades físicas do extraio
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.05.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Tamara Ângelo de Oliveira; CABRAL, Hamilton. Peptidases e lipases produzidas pelo fungo Fusarium oxysporum: caracterização e microencapsulação por spray drying. 2012.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2012.
    • APA

      Santos, T. Â. de O., & Cabral, H. (2012). Peptidases e lipases produzidas pelo fungo Fusarium oxysporum: caracterização e microencapsulação por spray drying. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Santos TÂ de O, Cabral H. Peptidases e lipases produzidas pelo fungo Fusarium oxysporum: caracterização e microencapsulação por spray drying. 2012 ;
    • Vancouver

      Santos TÂ de O, Cabral H. Peptidases e lipases produzidas pelo fungo Fusarium oxysporum: caracterização e microencapsulação por spray drying. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020