Exportar registro bibliográfico

Efeito do recebimento de lodos oriundos de estações de tratamento de água nos processos de tratamento de esgotos por lodos ativados convencional (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: MARGUTI, ANDRÉ LUIZ - EP
  • Unidade: EP
  • Sigla do Departamento: PHD
  • Subjects: TRATAMENTO DE ESGOTOS SANITÁRIOS; ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA; LODO ATIVADO
  • Language: Português
  • Abstract: Por razões técnicas e ambientais, os resíduos gerados no tratamento de águas para abastecimento público, dentre eles o lodo, devem ser adequadamente tratados antes de serem dispostos no meio ambiente. Uma alternativa é a disposição do lodo de ETA nas ETE, o que dispensa a implantação da linha de tratamento do lodo na ETA. O objetivo deste trabalho foi estudar os impactos ocorridos na ETE ABC, estação de lodos ativados convencional operada pela SABESP, devido ao recebimento do lodo da ETA Rio Grande. Trata-se de caso particular, pois envolve instalações reais, e pelo fato de a ETA apresentar vazão próxima de quatro vezes a vazão da ETE. Os dados utilizados foram obtidos do monitoramento realizado na ETE, incluindo variáveis de qualidade do efluente (DBO, DQO, SST, SSV, nitrogênio amoniacal e total, fósforo e ferro) e do lodo (sólidos), e parâmetros operacionais das unidades (vazões, taxas de aplicação superficial e de sólidos, idade do lodo, tempo de detenção, entre outros). Foi possível analisar o processo de tratamento na ETE e comparar seu desempenho entre dois períodos: “controle” (anos de 2005 e 2006) e com lodo (janeiro de 2007 a março de 2008). No período com lodo, as variáveis que apresentaram maior aumento de concentração no esgoto afluente foram SST, SSV, fósforo e ferro. Ainda neste período, o lodo da ETA contribuiu para maiores eficiências de tratamento da fase líquida na ETE, uma vez que houve a manutenção da qualidade do efluente final, nos níveis exigidos pela legislação, mesmo com o aumento das concentrações afluentes. Este aumento de eficiência foi mais acentuado para o fósforo, e maior nos decantadores primários do que no tratamento secundário, com variações nos parâmetros operacionais que não influíram negativamente no desempenho das unidades.O mesmo ocorreu no tratamento de fase sólida, sendo o maior impacto causado o aumento na produção final de lodo (em kg/dia). Tais conclusões são então favoráveis ao lançamento de lodos de ETA com tratamento convencional em ETE de lodos ativados convencional, mesmo nos casos em que a vazão tratada na ETA exceda em muito a vazão da ETE.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.04.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARGUTI, André Luiz; FERREIRA FILHO, Sidney Seckler. Efeito do recebimento de lodos oriundos de estações de tratamento de água nos processos de tratamento de esgotos por lodos ativados convencional. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3147/tde-06062013-155940/pt-br.php >.
    • APA

      Marguti, A. L., & Ferreira Filho, S. S. (2012). Efeito do recebimento de lodos oriundos de estações de tratamento de água nos processos de tratamento de esgotos por lodos ativados convencional. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3147/tde-06062013-155940/pt-br.php
    • NLM

      Marguti AL, Ferreira Filho SS. Efeito do recebimento de lodos oriundos de estações de tratamento de água nos processos de tratamento de esgotos por lodos ativados convencional [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3147/tde-06062013-155940/pt-br.php
    • Vancouver

      Marguti AL, Ferreira Filho SS. Efeito do recebimento de lodos oriundos de estações de tratamento de água nos processos de tratamento de esgotos por lodos ativados convencional [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3147/tde-06062013-155940/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021