Exportar registro bibliográfico

Sistemática molecular e biogeografia histórica do gênero Aratinga (Psittacidae, Aves) (2012)

  • Authors:
  • USP affiliated author: FREDDI, ANDRÉ MURILO MAGRO - IB
  • School: IB
  • Sigla do Departamento: BIO
  • Subjects: BIOGEOGRAFIA; FILOGENIA; AVES; PSITACIFORMES
  • Keywords: Biogeography; Gênero Aratinga; Genus Aratinga; Molecular systematics; Sistemática molecular; Tribe Arini; Tribo Arini
  • Language: Português
  • Abstract: A família Psittacidae possui 332 espécies de papagaios, periquitos e afins, e os táxons Neotropicais formam um grupo monofilético (tribo Arini), dentro desta tribo está o gênero Aratinga. A sistemática deste gênero é mal resolvida, com poucos estudos morfológicos e algumas filogenias moleculares que apontam que não seja monofilético. Porém, é preciso destacar que esses estudos não amostraram uma quantidade representativa de espécies do gênero, o que deixa essas relações incertas. Para melhor compreender a história evolutiva do gênero Aratinga, realizamos uma análise filogenética com 21 das 22 espécies do gênero, o táxon monotípico Nandayus nenday que é proximamente relacionado a algumas espécies de Aratinga e representantes de outros gêneros da tribo Arini. Foram sequenciados cinco genes mitocondriais (12S, 16S, citocromo b, NADH2, COIII) e um nuclear (RAG-1). As filogenias obtidas por máxima verossimilhança e análise Bayesiana foram congruentes e indicam a ausência de monofilia do gênero Aratinga. A maioria das espécies do gênero foi posicionada em três clados com alto suporte, mas que não se apresentam agrupados em um clado monofilético. Estes três clados são congruentes com grupos previamente propostos com base em caracteres morfológicos. Nandayus nenday está dentro de um destes clados, que é grupo irmão de um clado que contém outros quatro gêneros da tribo Arini. A única espécie que não foi incluída em nenhum destes clados é Aratinga acuticaudata, que aparentemente émais proximamente relacionada aos gêneros Diopsittaca e Guarouba. A maioria dos eventos de divergência das espécies do gênero Aratinga nesses diferentes clados parece ter ocorrido nos últimos 5 milhões de anos (Ma.). Enquanto as estimativas de datas de divergências entre os principais clados sugerem que elas ocorreram durante o Mioceno inicial. O padrão biogeográfico da diversificação dos clados de Aratinga foi complexo, possivelmente relacionado com o soerguimento dos Andes, com múltiplas colonizações da América Central antes e depois do fechamento do Istmo do Panamá e com ciclos glaciais do Pleistoceno. Esses resultados refutam a monofilia do gênero e uma revisão taxonômica do táxon parece ser necessária
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 16.04.2012
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FREDDI, André Murilo Magro; MIYAKI, Cristina Yumi. Sistemática molecular e biogeografia histórica do gênero Aratinga (Psittacidae, Aves). 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-17072012-103922/ >.
    • APA

      Freddi, A. M. M., & Miyaki, C. Y. (2012). Sistemática molecular e biogeografia histórica do gênero Aratinga (Psittacidae, Aves). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-17072012-103922/
    • NLM

      Freddi AMM, Miyaki CY. Sistemática molecular e biogeografia histórica do gênero Aratinga (Psittacidae, Aves) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-17072012-103922/
    • Vancouver

      Freddi AMM, Miyaki CY. Sistemática molecular e biogeografia histórica do gênero Aratinga (Psittacidae, Aves) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/41/41131/tde-17072012-103922/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022