Exportar registro bibliográfico

Avaliação da resistência a fadiga em alta temperatura da superliga MAR-M247 (Nb) (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: VARAVALLO, ROGÉRIO - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SEM
  • Subjects: FADIGA DOS MATERIAIS; LIGAS REFRATÁRIAS; ALTA TEMPERATURA; OXIDAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: Este projeto faz parte de uma Rede Interdisciplinar de Pesquisa em Superligas no Brasil (Projeto Pró-Engenharias - CAPES), que tem como objetivo o desenvolvimento técnico e científico do Brasil nesta classe de materiais. A rede é composta por especialistas de estabelecida competência em assuntos fundamentais para o desenvolvimento de materiais estruturais, tais como: fusão em vácuo, solidificação direcional, relações orientação-propriedade, tratamentos térmicos, fluência, fadiga em alta temperatura, oxidação e corrosão a quente. Assim, na parte que compete a este pesquisador, foram estudadas as propriedades de fadiga em altas temperaturas da liga MAR-M247 e de uma nova liga, a liga MAR-M247 modificada pela substituição do Ta pelo Nb, e sendo doravante denominada MAR-M247 (Nb). Foram desenvolvidos estudos correlacionando parâmetros intrínsecos do material, como composição química e microestrutura adicionalmente a parâmetros extrínsecos, tais como: temperatura, estudo de oxidação, propriedades de fadiga, ensaios de tração em temperatura ambiente, 250, 500, 700, 800, 900 e 1000 ºC, conforme as normas AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS (ASTM) E 8M-00 e ASTM E 21-00. Em relação aos ensaios de fadiga foram realizados ensaios de nucleação de trincas, conforme a norma ASTM E466-07 e os resultados foram apresentados na forma de curvas S-N e analisados estatisticamente segunda a norma ASTM E739-10. Para auxiliar na definição dos micromecanismos de fadiga, as superfícies de fratura foram analisadas utilizando o microscópio eletrônico de varredura (MEV) e microscópio ótico estereoscópico (MO). Foi realizado ensaio de oxidação para verificar a susceptibilidade a oxidação das ligas, sendo este um dos fatores que afetam a vida em fadiga em alta temperatura
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.02.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VARAVALLO, Rogério; RUCHERT, Cassius Olivio Figueiredo Terra. Avaliação da resistência a fadiga em alta temperatura da superliga MAR-M247 (Nb). 2012.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18150/tde-17072012-111457/pt-br.php >.
    • APA

      Varavallo, R., & Ruchert, C. O. F. T. (2012). Avaliação da resistência a fadiga em alta temperatura da superliga MAR-M247 (Nb). Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18150/tde-17072012-111457/pt-br.php
    • NLM

      Varavallo R, Ruchert COFT. Avaliação da resistência a fadiga em alta temperatura da superliga MAR-M247 (Nb) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18150/tde-17072012-111457/pt-br.php
    • Vancouver

      Varavallo R, Ruchert COFT. Avaliação da resistência a fadiga em alta temperatura da superliga MAR-M247 (Nb) [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18150/tde-17072012-111457/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020