Exportar registro bibliográfico

A estrutura do campo magnético na pequena nuvem de magalhães / (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: GOMES, AIARA LOBO - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: AGA
  • Subjects: CAMPO MAGNÉTICO; NUVENS DE MAGALHÃES
  • Language: Português
  • Abstract: A Pequena Nuvem de Magalhães (PNM) é uma galáxia irregular e rica em gás, que juntamente com a Grande Nuvem de Magalhães (GNM) orbita a Via Láctea (VL). Elas formam um sistema triplo em constante interação. A PNM possui metalicidade baixa, e consequentemente seu meio interestelar (MI) apresenta propriedades particularmente diferentes das observadas para o MI da Galáxia. Mais do que isso, a importância do campo magnético em escalas galácticas vem sendo evidenciada cada vez mais. Então, o objetivo desta dissertação foi estudar a estrutura do campo magnético na PNM, e sua relação com componentes do MI desta galáxia. Para este fim, utilizamos dados de polarimetria no óptico, obtidos no Cerro Tololo Inter-American Observatory. Construímos um catálogo polarimétrico que contém 7.207 estrelas em 28 campos distribuídos nas secções Nordeste e da Asa da PNM. Os mapas de polarização traçam o campo magnético no plano do céu diretamente, e pode-se obter sua intensidade utilizando o método de Chandrasekhar & Fermi. A partir do catálogo polarimétrico gerado neste trabalho, conseguimos observar que o campo magnético na PNM possui direção bastante irregular, porém é provável a existência de dois padrões em larga escala – o primeiro alinhado com a Ponte pan-Magelânica e o segundo alinhado com a Barra da PNM. Obtivemos para o campo magnético regular Bcéu = (1,84 ± 0,11) μG e para o campo turbulento δB = (2,920 ± 0,098) μG. Esse resultado evidencia que na PNM o campo aleatório domina com relação ao de larga escala, justificando a observação de uma configuração tão irregular para os vetores de polarização. Correlacionando os mapas de polarização com estruturas presentes no MI da PNM, pudemos verificar a presença de diversos shells com campos magnéticos da ordem de algumas dezenas de μG. Também foi possível observar ambientes onde o campo regular parece ter sido destrutruído pela turbulência (Continuação)(Continua) e outros onde ele pode ainda não ter tido tempo de se formar. Derivamos a relação entre polarização e avermelhamento, e obtivemos como resultado que ela é da ordem de P/Av ~ 2, o que indica que na PNM a eficiência para polarização é menor do que na Galáxia, talvez devido a alta turbulência e/ou ao fato de que nela o campo regular é muito baixo. Por fim, a partir da estimativa para as densidades de energia do campo magnético e para o movimento de rotação e de turbulência do gás, pudemos mostrar que o campo magnético possui importância dinâmica para PNM, sendo a componente turbulenta a maior responsável pela pressão magnética.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.04.2012

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GOMES, Aiara Lobo; MAGALHÃES, Antônio Mário. A estrutura do campo magnético na pequena nuvem de magalhães /. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo,, 2012.
    • APA

      Gomes, A. L., & Magalhães, A. M. (2012). A estrutura do campo magnético na pequena nuvem de magalhães /. Universidade de São Paulo, São Paulo,.
    • NLM

      Gomes AL, Magalhães AM. A estrutura do campo magnético na pequena nuvem de magalhães /. 2012 ;
    • Vancouver

      Gomes AL, Magalhães AM. A estrutura do campo magnético na pequena nuvem de magalhães /. 2012 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021