Exportar registro bibliográfico

Drogas e redução de danos: análise crítica no âmbito das ciências criminais (2012)

  • Authors:
  • Autor USP: RIBEIRO, MAURIDES DE MELO - FD
  • Unidade: FD
  • Sigla do Departamento: DPM
  • Subjects: POLÍTICA CRIMINAL; POLÍTICA DE SAÚDE; SAÚDE PÚBLICA; DROGA (VÍCIO); DIREITO PENAL
  • Language: Português
  • Abstract: A Política Mundial de Drogas, traduzida no modelo proibicionista-belicista que se convencionou designar como "war on drugs", vem recebendo acerbas críticas dos mais variados setores e atores, nacionais e internacionais, que se ocupam da "questão das drogas". Há um relativo consenso no sentido de que o proibicionismo fracassou. Apesar de seu elevado custo econômico não conseguiu uma redução significativa da oferta do produto etiquetado de ilícito e, paradoxalmente, aumentou os riscos para aqueles cidadãos que se dispõem a continuar utilizando drogas, em razão da clandestinidade imposta às cenas de uso, produção, distribuição e comércio de psicotrópicos. Todavia, desde que os estados modernos passaram a formular políticas públicas para o equacionamento dessa questão, o modelo proibicionista-punitivo vem sendo utilizado de forma hegemônica. A mais promissora alternativa à política proibicionista surgiu na Saúde Pública e ganhou expressão definitiva a partir da epidemia de HIV/Aids. Trata-se da vertente de origem européia hoje conhecida como estratégias de redução de danos. Em breve síntese, a nova abordagem pretende que o indivíduo que use drogas o faça com os menores danos possíveis, tanto no plano pessoal quanto social. A presente tese procura analisar as perspectivas da política de redução de danos no âmbito das Ciências Criminais. Para tanto, investigou-se as potencialidades da nova abordagem numa perspectiva criminológica e, especialmente, de política criminal. A partir do exame de programas e ações concretas implementadas pelos agentes de saúde, buscou-se identificar eventuais impactos na criminalidade conexa às práticas de uso e comércio de drogas ilícitas. A hipótese objetivada é o exame da possibilidade dessa política alternativa transpor os limites da Saúde Pública para ser utilizada no campo da política criminal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.06.2012
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIBEIRO, Maurides de Melo; SHECAIRA, Sergio Salomao. Drogas e redução de danos: análise crítica no âmbito das ciências criminais. 2012.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2136/tde-20032013-141828/pt-br.php >.
    • APA

      Ribeiro, M. de M., & Shecaira, S. S. (2012). Drogas e redução de danos: análise crítica no âmbito das ciências criminais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2136/tde-20032013-141828/pt-br.php
    • NLM

      Ribeiro M de M, Shecaira SS. Drogas e redução de danos: análise crítica no âmbito das ciências criminais [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2136/tde-20032013-141828/pt-br.php
    • Vancouver

      Ribeiro M de M, Shecaira SS. Drogas e redução de danos: análise crítica no âmbito das ciências criminais [Internet]. 2012 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2136/tde-20032013-141828/pt-br.php


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021